Futebol

Jogador do Chelsea que teve Covid-19 é preso acusado de estupro, diz jornal

Hudson-Odoi testou positivo para a doença em março, mas burlou isolamento neste fim de semana

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O atacante Callum Hudson-Odoi, jovem promessa do Chelsea, da Inglaterra, foi detido na madrugada de domingo (18) para segunda-feira (19) após ser acusado de estupro por uma mulher que foi até a casa dele. As informações são do jornal Daily Mail.

Uma ambulância e a polícia teriam sido chamadas para a casa do atacante inglês, de apenas 19 anos, para atender uma mulher. “Quando os serviços de socorro chegaram, uma mulher afirmou ter sido estuprada e foi levada a um hospital”, explicou um porta-voz da polícia, citado pelo jornal Daily Mail.

A vítima seria uma mulher que Hudson-Odoi conheceu na internet. Um carro foi enviado por ele para levar a moça até a residência do atacante, o que significa a quebra do isolamento social recomendado pelo governo. Ele foi solto após pagar fiança e será convocado pela Justiça em junho, segundo o Daily Mail.

Odoi testou positivo para o novo coronavírus no mês de março. Foi o primeiro jogador da elite inglesa a ser confirmado com a doença.