Jon Jones vence e conquista título interino, em seu retorno

No entanto, Jones fez questão de afirmar que não faz questão do título interino.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em
O ex-campeão do UFC, Jon Jones, voltou ao octógono do jeito que mais gosta: vencendo. Na luta da madrugada deste domingo (24), o norte-americano bateu o seu compatriota Ovince Saint Preux e levou para casa o cinturão de campeão interino dos meio-pesados do UFC. "Bones", como é conhecido, levou a melhor na decisão dos juízes (50-44, 50-45 e 50-45).

No entanto, ainda no octógono, Jones fez questão de afirmar que não faz questão do título interino. "Eu não quero esse cinturão, quero o meu de verdade", disse. O campeão da categoria é Daniel Cormier.
Foto:Divulgação/UFC
Antes deste duelo, Jones estava afastado desde janeiro de 2015, devido a problemas com a Justiça. O lutador chegou a ser detido em duas ocasiões, pela polícia dos Estados Unidos. Ele declarou enfrentar vício com drogas e foi punido pelo UFC, tendo seu título retirado, mesmo sem perder no octógono.Em seu retorno, Jones comentou sua atuação. "Fisicamente me sinto muito bem, teria mais dois rounds pela frente. Demorou um pouco para que eu conseguisse me encontrar [na luta]. Desculpa se vocês não se empolgaram. Eu dei meu máximo, mas mentalmente eu pensava: 'nossa, estou lutando mal", disse.