Mais Esportes

Judoca Rafaela Silva perde medalha de ouro no Pan por confirmação de doping

Além da judoca, o ciclista Kacio Fonseca da Silva também perdeu sua medalha

Agência O Globo
- Atualizada em

O programa antidoping dos Jogos Pan-Americanos 2019 determinou a perda da medalha de ouro da judoca Rafaela Silva, nesta quarta-feira (25).

Após a análise de exames de sangue e urina de diversos atletas, dentro e fora da competição, foram identificadas 15 resultados adversos. Sete casos resultaram na desclassificação dos atletas dos Jogos. No Brasil, além de Rafaela, o ciclista Kacio Fonseca da Silva também perdeu sua medalha, pego com a substância LGD-4033.

Foto: Divulgação/CBJ

Com essa decisão, o Brasil fica com 53 medalhas nos Jogos Pan-Americanos, permanecendo na segunda colocação geral. O México, em terceiro lugar, possui 37 medalhas.

A Panam Sports informou que as audiências para outros cinco casos foram agendadas para 3 e 4 de outubro, enquanto os resultados de três casos ainda não foram determinados após análises de amostras B, conforme solicitado pelos atletas afetados.

Em documento divulgado nesta quarta-feira, a Panam Sports afirmou que "continuará a promover esportes sem drogas auxiliará no fortalecimento dos programas educacionais para atletas, treinadores e outros oficiais para garantir que atletas limpos e performances limpas sejam totalmente protegidos".



Uma das principais esportistas da modalidade do país, Rafaela, que luta pela categoria peso leve (menos de 57 quilos), é medalhista de ouro em Olimpíadas (2016), Mundiais (2013) e Jogos Pan-Americanos (2019). No último Mundial de Judô, ficou com os bronzes individual e por equipes.

Atualmente, a atleta estava em busca de vaga nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.