Futebol

Juventus pode vender Cristiano Ronaldo por causa do coronavírus, diz imprensa local

Craque português está em sua segunda temporada pelo clube italiano

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O português Cristiano Ronaldo pode mudar de casa em breve como uma espécie de efeito colateral do coronavírus. Segundo a imprensa italiana, a Juventus estuda vender o atacante na próxima janela de transferências como uma forma de manter a saúde financeira do clube, prejudicada com a pandemia.

Português chegou à Juve em 2018 (Foto: Reprodução)

De acordo com o jornal Il Messaggero, a redução salarial dos jogadores anunciada no último sábado (28), que faria uma economia de cerca de 90 milhões de euros aos cofres do clube, não é suficiente para resolver os problemas econômicos que serão causados pela pandemia de covid-19 vai provocar, o que pode levar o clube a tomar a medida drástica de vendê-lo.

Com contrato válido até 2022 e salário estimado em 30 milhões de euros anuais, o gajo pode ser vendido por 70 milhões de euros na janela do verão europeu, que acontece no meio do ano.

Há pelo menos duas alternativas para a venda. Uma seria manter Cristiano até o fim do contrato e a outra é renovar o vínculo por mais uma temporada, com custos mais baixos e até facilitando a saída do clube.