Esportes

Kelvin Hoefler é prata no skate e conquista primeira medalha do Brasil em Tóquio

O ouro ficou com Yuto Horigome, do Japão, e o bronze foi de Jagger Eaton (EUA)

Agência O Globo

O skatista brasileiro Kelvin Hoefler conquistou, na madrugada deste domingo, a primeira medalha do Brasil na Olimpíada de Tóquio e, de quebra, figurou no primeiro pódio da História do skate em Jogos Olímpicos. Hoefler conquistou a medalha de prata no skate street masculino. O ouro ficou com Yuto Horigome, do Japão, e o bronze foi de Jagger Eaton (EUA).

No somatório geral, Kelvin Hoefler ficou com 36,15 na final olímpica - as três notas mais baixas de cada skatista eram descartadas. Horigome, que conquistou o ouro, terminou com 37,18, e Heaton teve 35,35.

Kelvin começou muito bem a final olímpica, assumindo a liderança com notas 8,98 e 8,84 nas duas primeiras saídas. A partir daí, começou a brilhar a estrela do japonês Yuto Horigome, de 22 anos, que encaixou quatro notas acima de 9 nas cinco últimas tentativas.

Já o brasileiro, depois de fazer outra ótima descida com um 8,99, caiu duas vezes na parte decisiva e emplacou um 7,58 na sequência, chegando à terceira colocação. O americano Jagger Eaton, com um 9,40 - que era a melhor nota até a penúltima tentativa de Horigome, quando o japonês fez 9,50 -, subiu até a segunda colocação.

Na última tentativa, Kelvin marcou 9,34, sua melhor nota, e ultrapassou Eaton. Sob pressão, o americano caiu na última tentativa e acabou terminando com o bronze.