Futebol

Luta contra o rebaixamento: Vitória tem 33% de chances de queda; Bahia tem 4%

Rubro-negro está na 16ª posição, com 33 pontos ganhos; Tricolor ocupa a 11ª colocação, com 37 pontos

Redação iBahia e Agência O Globo
- Atualizada em

Após vencer o Botafogo no último sábado (20), o Bahia conquistou duas posições na tabela do Campeonato Brasileiro e se afastou do Z4. O Tricolor agora tem 37 pontos na competição e ocupa a 11ª colocação. Já o Vitória, jogou em casa contra o Corinthians no último domingo (21) e se complicou. Com o empate por 2 a 2, o Leão segue em 16º, com 33 pontos, apenas dois pontos a mais do que o primeiro time na zona de rebaixamento.

Na parte de baixo da tabela, a briga continua apertada. O Paraná segue com 99% de risco de cair. Apesar da vitória (2 a 1) sobre o Vasco, o Sport, que está na vice-lanterna, tem 74% de risco de ser rebaixado. E a Chapecoense, derrotada por 3 a 0 pelo Cruzeiro, no Mineirão, tem 64% de chance de disputar a Série B em 2019.

Dupla BaVi se enfrenta no dia 11 de novembro, no Barradão, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. (Foto: Felipe Oliveira / ECBahia)

Completando a zona do rebaixamento, o Ceará tem 46% de risco de também cair. A conta é do site "Infobola", do matemático Tristão Garcia.

Abaixo, todos os ameaçados de queda:

20 - Paraná - 99%
19 - Sport - 74%
18 - Chapecoense - 64%
17 - Ceará - 46%
16 - Vitória - 33%
15- América-MG - 27%
14 - Vasco - 25%
13 - Botafogo - 18%
12 - Corinthians - 9%
11 - Bahia - 4%
9 - Fluminense - 1%

Briga por título
Após a vitória sobre o Ceará, por 2 a 1, no Pacaembu, o Palmeiras chegou a 69% de chances de título, a oito rodadas do fim do Brasileiro. O time de Luis Felipe Scolari igualou os 15 jogos de invencibilidade da campanha de 2016. Na ocasião, o time dirigido por Cuca ficou com o título.

Em segundo lugar aparece o Flamengo, que goleou (4 a 0) o lanterna Paraná e tem 16% de chances.

Já o Internacional, que enfrenta o Santos, nesta segunda-feira, tem 13%. São Paulo e Grêmio aparecem logo atrás, com 1%, cada.