Esportes

Marcha atlética: Erica Sena leva punição na reta final e vê bronze inédito escapar

Com a punição, ela terminou a prova em 11º lugar com o tempo de 1h31min39s

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

A pernambucana Erica Sena estave a 400m de conquistar uma medalha inédita para o Brasil na marcha atlética. No entanto, uma punição de dois minutos na volta final a deixou sem a medalha de bronze. Com isso, ela terminou a prova em 11º lugar com o tempo de 1h31min39s. A brasileira deixou a corrida chorando bastante.

A punição ocorreu por conta de um movimento irregular de Erica a 400m do término. Na marcha atlética, os atletas são rigorosamente fiscalizados para não dobrarem o joelho, nem cometerem qualquer outro movimento irregular, diferente do ato de marchar. Foi a terceira advertência e, com isso, Erica foi punida com uma parada de dois minutos.