Mais Esportes

Massa abandona última corrida no Brasil, chora e recebe carinho da torcida

"Uma carreira que sou muito orgulhoso de tudo o que passei, que vivi, e acho que a última corrida no Brasil é algo especial"

Redação Correio 24 h (redacao@correio24horas.com.br)
Felipe Massa não conseguiu completar seu último GP de Fórmula 1 no Brasil. A 13 voltas do fim, o piloto bateu e fechou mais um capítulo da sua história no esporte. Emocionado, ele pegou uma bandeira do Brasil e chorou. Os torcedores presentes bateram palma e gritaram para Massa. A esposa Raffaela e o filho Felipinho foram ao encontro do piloto. 
(Foto: Reprodução/Twitter)
"Não esperava. É uma emoção difícil de explicar. É um momento único, especial. Peço desculpas pelo resultado, não era o que eu queria. Eu gostaria de ter acabado a corrida. O dia de hoje, independente do resultado que não era o que eu gostaria, vai ser inesquecível para a minha vida. Penso em tudo. É um momento do final. Uma carreira que sou muito orgulhoso de tudo o que passei, que vivi, e acho que a última corrida no Brasil é algo especial, pela Fórmula 1. Tenho muito orgulho de ser brasileiro e sem vergonha nenhuma. Só tenho a agradecer por todo o carinho da torcida, do fundo do coração", disse ele à Rede Globo.
Quando abandonou a prova, Massa estava em 14º. Ele largou em 13º e chegou a ganhar uma posição quando Gosjean bateu e deixou a prova. Mas os problemas começaram cedo para o piloto brasileiro. Nas primeiras voltas, ele foi para os boxes para trocar os pneus - depois de começar a prova com pneus de chuva extrema, trocou por intermediários e perdeu algumas posições na parada.
Depois, ele foi punido por desrespeitar a regra do safety car e foi punido em cinco segundos. Massa foi parar na última posição, mas acabou conseguindo se recuperar. A batida encerrou sua corrida. 
Correio24horas