Esportes

Neymar abre o jogo sobre frustrações, lesões e saúde mental: 'Pior fase da minha carreira'

Em entrevista, o craque brasileiro afirmou que deseja cuidar mais de sua saúde mental

Agência O Globo
Neymar tem vivido uma série de situações complicadas nos últimos meses. Lesões, problemas extracampo, punições e, claro, frustrações, como o fato de não conseguir sair do Paris Saint-0Germain e voltar ao Barcelona. Em entrevista ao jornal britânico "Mirror", o camisa 100 abriu o jogo e falou sobre seus últimos dois anos, que considerou o pior momento da carreira por conta das lesões graves e a falta de gols.
"Você tem que ser sempre perfeito, e isso, como ser humano, é impossível. Fiz besteira várias vezes, cometi muitos erros e, agora, recuperar toda a confiança que tinha tem um preço muito elevado", começou.
"Penso que é normal um ser humano falhar, faz parte da vida, e é graças a esses erros que se consegue crescer e aprender. Com confiança, um jogador arrisca e tenta fazer coisas diferentes em campo. Isso é altamente importante. Estou na pior fase da minha carreira, tive duas lesões graves nos últimos dois anos e tenho saudades de marcar gols. Estou a tentar preparar-me para impedir que voltem a acontecer".
Neymar explicou que, por ser mais tímido, prefere guardar as coisas para si e que isso tem lhe causado frustração. O jogador do PSG admitiu que está a tentar mudar a postura em vários aspectos da sua vida
Foto: Divulgação/PSG
“Mas chega a um ponto em que acabo frustrado, com raiva, explodindo e sem me comunicar de maneira correta. Estou tentando melhorar isso. Sempre que preciso conversar com alguém, tento conversar. E acho que isso está me fazendo bem", disse ele.
Cuidado com a saúde mental
Ainda em entrevista ao "Mirror", o craque brasileiro afirmou que deseja cuidar mais de sua saúde mental, porque é muito importante para o esporte.
“Acho que quando você está mentalmente bem, as coisas acontecem naturalmente. É mais provável que você faça as coisas certas. Se você não estiver tão bem, as coisas não acontecerão como você espera. Às vezes é difícil porque você sempre tem que ser perfeito e, como ser humano, é impossível", afirmou o jogador, que continuou:
"Eu errei várias vezes e recuperei toda a confiança que tinha por um preço alto, mas acho que é normal que os seres humanos falhem, faz parte da vida e, devido a esses erros, você cresce e aprende".