Futebol

'Neymar fez todo o possível para voltar ao Barcelona', diz Luis Suárez

Uruguaio fez a revelação à canal de TV argentino

Agência O Globo

A novela Neymar, Paris Saint-Germain e Barcelona terminou sem um final feliz para o craque. O jogador fez de tudo para retornar ao clube catalão, mas a diretoria do time francês dificultou até o fim da janela de transferência a negociação.

Em entrevista ao canal "Fox Sports", da Argentina, o atacante Luis Suárez relatou detalhes das conversas que teve com o brasileiro juntamente com Messi, em um grupo de Whatsapp do trio "MSN".

Foto: Divulgação

“Conversamos sobre isso no momento em que Ney quis ir embora. Todos sabiam disso. Dissemos a ele que não estaria melhor em nenhum outro lugar do que em Barcelona. Mas são decisões e ele escolheu isso. Na época, ele decidiu que era o melhor para ele, agora a decisão era tentar fazer tudo para voltar. Era difícil, mas a relação que tínhamos ajudou muito. Agora ele fez todo o possível para voltar”, disse.

Assim como Messi, Suárez queria a volta do amigo. O uruguaio ainda contou que o grupo do trio ficou estagnado por um tempo, até Neymar voltar a conversar com a dupla pela rede social.

“A verdade é que neste bate-papo recentemente não houve conversas. Agora ele falou um pouco mais. Ele agora está mais tranquilo. Foi um momento difícil porque ele viveu algo complicado. Conhecendo todas as situações complicadas que viveu nesta última vez, respeitamos seu espaço e tempo”, afirmou.



Presidente da La Liga alfineta
Por outro lado, teve gente que comemorou que o acerto não aconteceu. O presidente da Liga Espanhola, Javier Tebas, sempre foi um dos críticos do retorno de Neymar ao Barcelona, justamente depois do problema que ele causou na saída, em 2017. Em entrevista à rádio "Onda Cero", da Espanha, Tebas afirmou que os jogadores que queriam jogar na La Liga já está jogando.

“Nossos clubes escolheram a equipe que têm, são os melhores, e acho que chegaram jogadores muito bons”, disse antes de emendar sobre Neymar: “Acho que se falava mais do Neymar do que acontecia na realidade, e os fatos demonstraram isso”.