Esportes

Olimpíada altera trânsito na região da Fonte Nova; veja as mudanças

Salvador recebe a partir de amanhã as partidas do futebol do Jogos Olímpicos Rio 2016

Alexandre Lyrio e Clarissa Pachec (sporte@correio24horas.com.br)

Não vai ter tiro de largada, mas, a partir das 14h de amanhã, quem quiser circular pelo entorno da Arena Fonte Nova enfrentará uma verdadeira corrida de obstáculos. Aliás, muitos obstáculos. Descubra agora como as transformações no trânsito e os protocolos de segurança da Olimpíada vão mudar sua vida.

  

Para começar, três horas antes do início das partidas, um perímetro de 1,5 mil metros - ou 400 metros - ao redor do estádio será controlado por três pórticos de segurança e 35 barreiras de trânsito. Ultrapassar esses limites requer alguns requisitos.

No caso do trânsito, as interdições acontecem principalmente no Dique do Tororó, Campo da Pólvora, Ladeira da Fonte das Pedras, Rua Hugo Baltazar da Silveira e Boulevard América, permanecendo fechadas até duas horas após o término dos jogos. Ou seja, amanhã a operação começa às 14h e só termina à meia noite. Veja no mapa onde será instalada parte dos 35 bloqueios. Salvador também sediará jogos nos dias 7, 9, 10, 12 e 13.

A circulação de moradores com veículos no entorno da Fonte é restrita a quem apresentar comprovante de residência original, sem restrição de horário. A exceção é para quem reside na Ladeira da Fonte das Pedras e na Rua da Cova da Onça, devido ao alto fluxo de pedestres.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), serão três barreiras montadas no perímetro de segurança até o estádio. No perímetro externo, uma área maior, não vai haver restrição de circulação. No perímetro externo imediato, mais próximo da Fonte, será conferido se os torcedores levam o ingresso e se os moradores têm comprovante de residência. Carros passarão por varredura antibombas.

“No perímetro interno, que é a Arena propriamente dita, o rigor aumenta mais, inclusive com o impedimento de entrar com alguns produtos”, disse o secretário Maurício Barbosa.

Ele se refere aos objetos proibidos pelo Estatuto do Torcedor, como pau de selfie, escadas e bancos, rolos de papel higiênico, megafone e buzinas, pó, farinha, além de bolsas infláveis.

Qualquer tipo de material de cunho ofensivo, religioso e político também é proibido, assim como guarda-chuvas, capas de chuva, garrafas e mochilas. Os torcedores devem ficar atentos a mochilas e pacotes deixados nos locais.

Estacionamentos

Quatro estacionamentos remotos foram criados em shoppings, além de 625 vagas de Zona Azul e rotas para pedestres e usuários de ônibus, táxis e metrô. Há vagas disponíveis nos shoppings Da Bahia, Salvador, Salvador Norte e Barra. As vagas de Zona Azul estão indicadas no quadro ao lado.