Futebol

Pai de Neymar: lesão é caso de cirurgia, mas decisão é do PSG

Representante do craque posicionou-se sobre situação física do filho

Agência O Globo

Em um posicionamento com certa dose de ambiguidade, Neymar, o pai, posicionou-se sobre a situação do filho, que sofreu uma fratura parcial no quinto metatarso do pé direito, em decorrência de uma torção no tornozelo. Segundo o pai-empresário do craque, a lesão é um caso de "procedimento cirúrgico", mas Neymar Pai garante que a decisão será tomada pelo Paris Saint-Germain, em consonância com o médico da seleção brasileira e o jogador.

Foto: Reprodução
- Para o caso do Neymar, já é um procedimento cirúrgico, que é uma recuperação mais rápida. É uma decisão do PSG, é ele que vai decidir, agora com o médico da Seleção, e vai conversar como o procedimento vai ser melhor. Mas que é cirúrgico, é cirúrgico - disse Neymar pai, nesta terça-feira, em entrevista à ESPN Brasil.

Nesta quinta-feira, o médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, vai se reunir com o staff médico do PSG para saber o futuro do jogador.

De acordo com o pai do jogador do PSG, o período de recuperação estimado varia de seis a oito semanas, "com ou sem cirurgia". Isso já afugenta a especulação - gerada pelo próprio técnico do clube, Unai Emery - em relação à participação ou não do brasileiro no jogo de volta contra o Real Madrid, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, na próxima terça-feira.

- O PSG já sabe que não vai contar com o Neymar. É um absurdo alguém pensar que ele vai conseguir jogar com uma fissura no pé. É até falta de respeito com outros jogadores. Não existe essa possibilidade - completou o pai de Neymar.