Futebol

'Para mim, foi uma das piores notícias', diz pai de Thalles, do Vasco, morto em acidente

Jogador deixa quatro filhos, com idades entre 1 e 5 anos, de mães diferente

Agência O Globo

Após a confirmação da morte do jogador do Vasco Thalles Lima de Conceição, de 24 anos, a família do atleta mostra-se muito abalada. Ubiracy da Penha, pai do atacante, soube do acidente assim que acordou, pelo telefone, e foi correndo para o local. Chegando lá, o filho já havia sido removido para o hospital, onde morreu. Thalles foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) de Tribobó no começo da tarde deste sábado. O enterro está previsto para este domingo, às 14h, no Memorial Parque Nicteroy, em São Gonçalo, Região Metropolitana.

Foto: Divulgação/Paulo Fernandes
— A gente tem de estar preparado para tudo. Para mim, foi uma das piores notícias. Mas fazer o quê? Deus sabe de todas as coisas.

O jogador deixa quatro filhos, com idades entre 1 e 5 anos, de mães diferentes. Um passeio com as crianças no shopping seria o programa deste sábado, um dos seus favoritos, segundo a mãe do atleta, Guiomar Barbosa de Lima. No Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, ainda em São Gonçalo, ela disse que o filho era muito apegado à família e dava notícias pelo celular o tempo todo.

O pai de Thalles também não soube confirmar se o filho estava na direção da motocicleta. Segundo ele, o rapaz não gostava de pilotar, mas a namorada sim. Ubiracy contou que, desde criança, Thalles já demonstrava habilidades com a bola e partiu do menino a iniciativa de buscar o primeiro contato com o futebol. O pai disse ainda que, desde cedo, a meta do filho era jogar no Vasco, seu time do coração. Atualmente ele estava cedido à Ponte Preta.

— Ele que começou sozinho, dando os primeiros passos. Lá perto de casa tinha um campo. Meu pai levava. Ele já tinha esse dom de jogar bola e as coisas foram acontecendo, Vasco, Flamengo, Botafogo, Fluminense, Palmeiras e Atlético Paranaense. Todos queriam ele.

O acidente aconteceu por volta das 7h. Segundo testemunhas, Thalles voltaria de um baile funk, no bairro Cerâmica. Porém, o pai dele não confirma a informação. No episódio, duas motocicletas colidiram na Avenida Almirante Pena Boto. A outra vítima fatal da colisão foi Yuri Martins, de 27, que morreu no local. Também ficaram feridas Lhorrainy Vasconcelos, de 18, Karolayne Almeida, de 19, namorada do atacante, e uma terceira pessoa não identificada. As mulheres e o atacante foram levados para o Hospital Alberto Torres, mas Thalles não resistiu.

Segundo testemunhas, o acidente ocorreu após uma batida entre duas motos, que atropelaram uma pessoa que passava pelo local.