Futebol

Quem vai vencer o Ba-Vi? Comentarista da CBN Salvador faz análise

Elton Serra aponta os destaques do Bahia e do Vitória, fala das falhas de cada um e das melhores contratações do ano

Luiz Fábio Almeida (luiz.almeida@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Um dia antes de mais um clássico Ba-Vi, o iBahia conversou com o comentarista da CBN Salvador Elton Serra, que fez uma análise sobre os dois times, apontando os destaques que farão a diferença na partida. O jogo acontecerá na Arena Fonte Nova, às 16h30, e vale pela 29ª rodada da Série B.Para o jornalista, o Bahia tem como vantagem o mando de campo e seu ataque, enquanto o Rubro-Negro se destaca com a equipe que está sendo mantida por Vagner Mancini e o meio de campo.


Bahia tem como principal vantagem a numerosa torcida na Fonte Nova a seu favor.
(Foto: EC Bahia/ Divulgação)


Bahia- Mando de campo"Por mais que o Vitória tenha vencido nos últimos jogos na Fonte Nova, o Bahia está mais acostumado a jogar no local e o Bahia ainda não perdeu lá na Série B. Além do fator torcida."- Ataque"Kieza, que tem nove gols no campeonato, é um jogador que gosta de clássicos e cresce neles. E o Maxi Biancucchi, que nos últimos dois BaVis fez gols. Se ele jogar também ele entra com sangue nos olhos. O ataque está muito bem entrosado."

Mancini vai deixar para divulgar a escalação minutos antes da partida (Foto: Mauro Akin Nassor/Correio)

Vitória- Equipe mantida"Mancini está repetindo a equipe e isso é uma grande virtude. Sérgio não está conseguindo manter a equipe. Mancini já vem com este sistema a alguns jogos, principalmente no meio campo, que está com mais recursos que o do Bahia."- Meio Campo"A vantagem do Vitória é que o técnico tem conseguido variar mais o meio de campo. E é ele que tem feito a diferença nos últimos jogos."

Técnicos do Vitória e do Bahia, Mancini e Sérgio Soares. (Foto: Arquivo Correio e EC Bahia/ Divulgação)

Agora, para conseguir sair na frente na disputa, o Tricolor vai precisar ajustar seus sistema defensivo, enquanto Vitória a turma do ataque."O Bahia vai precisar melhorar seu sistema defensivo, que perdeu seu equilíbrio de novo. O sistema defensivo deixa a equipe insegura. Enquanto o time liderado por Mancini está precisando melhorar o ataque. Precisa produzir mais. O Vitória começa o jogo bem, sufocando o adversário e criando oportunidades, mas depois cai de rendimento. Está precisando ser mais eficiente, pois está dependendo muito das bolas paradas e ensaiadas."Voltando às atenções ao ano dos clubes baianos na Série B, Serra citou as melhores e piores contratações. Confira:BahiaMelhor: Tiago Real"Não é um jogador espetacular, mas é útil taticamente. Caiu de rendimento e, por isso, o torcedor pegou no pé. Voltou agora e dá equilíbrio ao time. Mas não é um jogador pra decidir jogo. É um jogador tático e interessante neste sentido. Além dele, os que estão se destacando são os da base."Pior: Chicão"Foi um jogador caro. E que a gente sabia que teria que chegar para se condicionar, apesar da liderança, aumentar a idade, mas não fez absolutamente nada para justificar o custo alto. Mas, tecnicamente, são vários os jogadores, como dos laterais Tony e Marlon. Eles refletem a necessidade de ter alguém, mas, de repente, o que eles apresentaram não era o suficiente para se contratar."VitóriaMelhor: Pedro Ken"É um jogador que equilibra o meio campo, tem liderança, experiência, é criativo e também combativo. É um jogador que não se esconde e já tem uma identificação com o Vitória. Então, foi a melhor contratação, tirando o treinador (Vagner Mancini)."Pior: Marcelo Mattos"Um jogador que era vencedor, com títulos importantes, e que viria para ser um líder dentro de campo, mas tecnicamente não corresponde nada e ainda se envolveu com polêmicas com fakes em rede social. Deveria ser um cara sóbrio para chamar a equipe, porém não está jogando bem e nem está sendo o cara para chamar a torcida."