Futebol

Questionado sobre árbitros gays, presidente do Vasco polemiza: 'Tende a ajudar o namorado'

Dirigente ainda ressaltou que essa opinião é antiga, referente a árbitros de antigamente

Agência O Globo

Eurico Miranda voltou a chamar a atenção com uma de suas declarações. Em entrevista a Antonia Fontenelle, publicada no Youtube, ele foi questionado a respeito da presença de árbitros homossexuais no futebol. O presidente do Vasco afirmou que eles tendem a favorecer seus parceiros.

"Eu não sou contra gay, sou contra o árbitro gay. Não tenho nada contra gay, mas contra o chamado bicha, extrovertida. Ela pode tender para o namorado dela", afirmou.
O dirigente ainda ressaltou que essa opinião é antiga, referente a árbitros de antigamente. O único que assumiu publicamente a homossexualidade foi Jorge José Emiliano dos Santos, conhecido como Margarida. Ele trabalhou no futebol do Rio e faleceu aos 41 anos, em 1995.