Futebol

São Paulo decide rescindir contrato de Jean após acusação de agressão à esposa

Contrato iria até dezembro de 2022; diretoria do clube paulista estuda agora como será o processo jurídico do rompimento do vínculo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O São Paulo decidiu rescindir o contrato do goleiro Jean, acusado de agredir a esposa e que está preso nos EUA. As informações são do GloboEsporte.com.


Foto: Reprodução
Segundo o portal, a diretoria do São Paulo está reunida neste momento para avaliar como será o processo jurídico do rompimento do vínculo do clube com Jean, que iria até dezembro de 2022.

O goleiro Jean pertencente ao São Paulo e ex-jogador do Bahia foi preso nos Estados Unidos da América nesta quarta-feira (18) acusado de agredir a esposa. A ficha do atleta consta Departamento de Correções do Condado de Orange, na Florida. As informações são do G1 São Paulo.


No documento, consta que ele foi detido no período da manhã e foi pré-sentenciado por violência doméstica. O casal estava passando as férias em Orlando com as duas filhas e iriam retornar para o Brasil no dia 23 de dezembro. O São Paulo Futebol Clube estuda rescindir o contrato com o goleiro.

De acordo com o boletim de ocorrência, o jogador agrediu a esposa, Milena Bemfica, com oito socos e foi algemado pela polícia, segundo a declaração de prisão registrada pelo Xerife do Condado de Orange, na Florida (EUA). 

Nos vídeos publicados nas redes sociais, a esposa de Jean aparece com hematomas na boca e na região do olho direito e diz ter sido agredida pelo atleta.