Futebol

Seleção brasileira 'bilionária' faz treino aberto em Manaus

Antes de enfrentar Colômbia, equipe faz escala no Amazonas; jogadores movimentaram mais de R$ 1 bilhão na Europa

Vitor Villar, Correio 24 horas

A fase extraordinária que vive a seleção brasileira, única da América do Sul garantida na Copa do Mundo da Rússia, valoriza cada vez mais os jogadores na Europa, mas também aproxima o time do público.

Dois titulares e dois reservas do time comandado por Tite movimentaram mais de R$ 1 bilhão na última janela de transferências do futebol europeu – fechada na quinta-feira (31). Neste sábado (2), todos eles estiveram em campo num treino aberto em Manaus.

(Foto: Divulgação)

Claro que o altíssimo valor deve-se principalmente à transferência de Neymar do Barcelona para o PSG: 222 milhões de euros, ou R$ 825 milhões. Mas as vendas do volante Paulinho para o Barça e do goleiro Ederson para o Manchester City também ajudaram: 40 milhões de euros cada, ou R$ 298 milhões somados. A do meia Giuliano, do Zenit ao Fenerbahce por 7 milhões de euros (R$ 26 milhões), fecha o balanço.

Os bilhões da seleção de Tite poderiam ter aumentado se o Liverpool tivesse aceitado os 160 milhões de euros do Barcelona pelo meia Philippe Coutinho (ou R$ 595 milhões) e o atacante Luan, do Grêmio, tivesse ido para o Spartak Moscou por 22 milhões de euros (R$ 81 milhões).

Por consequência, a campanha invicta com Tite – nove vitórias em nove duelos oficiais – valoriza também o custo para quem quiser transmitir os jogos da seleção. Na última semana, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou o preço dos direitos de transmissão para a TV aberta e TV fechada nos próximos cinco anos: R$ 465 milhões, sem contar com a Copa na Rússia.

Treino de graça

E o que acontece, então, quando esse grupo bilionário resolve fazer uma atividade gratuita no seu país? Neste sábado, a seleção realizou um treino aberto para a torcida em Manaus, escala da equipe antes de enfrentar a Colômbia na terça-feira (5), às 17h30 (horário da Bahia), em Barranquilla.

Os ingressos para acompanhar a atividade na Arena da Amazônia  foram distribuídos em troca de um quilo de alimento – o resultado disso foi que os mais de 35 mil ingressos esgotaram em poucas horas. Quase a mesma quantidade de pessoas que acompanharam a vitória por 2x0 sobre o Equador em Porto Alegre na última quinta, de 36 mil pagantes.

Tite enfrentará a Colômbia com seis titulares pendurados pelo segundo cartão amarelo: Casemiro, Paulinho, Neymar, Gabriel Jesus, Renato Augusto e Filipe Luís. Este último, alipas, deve entrar no lugar de Marcelo, suspenso.

Com isso, é possível que o treinador faça mudanças para poupar seus atletas para os dois últimos jogos das Eliminatórias, contra Bolívia, fora de casa, e Chile. Os reservas, Fernandinho e Giuliano também estão pendurados.

Na vaga de Miranda, cortado por concussão, Thiago Silva deve ser o titular.