Futebol

Seleção encerra preparação na Granja com sinais, pontos fortes e baixas

Seleção brasileira se despediu de Teresópolis neste sábado (26), com treino no campo na parte da manhã

Bruno Marinho, da Agência O Globo

A seleção brasileira se despediu de Teresópolis neste sábado, com treino no campo na parte da manhã e uma série de lições acumuladas na primeira semana de trabalho de olho na Copa do Mundo. Tite usou o período na Granja Comary para tomar pé da condição física dos jogadores e observar mais atentamente alguns nomes pouco testados desde que assumiu a seleção, em 2016.

O maior exemplo é Fred. O meia do Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, foi convocado com apenas 11 minutos em campo sob o comando do treinador. Em compensação, apareceu no time principal em todos os trabalhos táticos realizados na Região Serrana. Sua polivalência no meio foi colocada à prova. Fred atuou tanto como primeiro volante, posição que pertence a Casemiro, que está com o Real Madrid, quanto como segundo homem, com liberdade para ir ao ataque, como faz o titular Paulinho.

Outra questão que ficou clara nesse começo de trabalho de olho na estreia, dia 17 de junho, contra a Rússia, é a predileção por Marquinhos e Miranda para formar a dupla de zaga. Apesar de ter mesclado os quatro zagueiros no setor em alguns treinos, Thiago Silva e Geromel terão de buscar espaço, ao menos neste primeiro momento.

Logo depois do treino da manhã deste sábado, os jogadores foram liberados para curtir o dia de folga. A reapresentaçao ocorrerá na CBF, domingo pela manhã. Na sede da entidade, farão um passeio pelo museu que conta a história dos cinco títulos mundiais antes de seguirem para o Aeroporto Internacional Tom Jobim, onde embarcarão rumo a Londres.

Confira os pontos altos e baixos da seleção em Teresópolis:

Pontos altos

Neymar - O atacante deu mostras durante a semana de que a recuperação da operação no pé direito ocorre dentro do planejado. O jogador não foi poupado das atividades com bola na Granja Comary - correu e chutou sem limitações. A intensidade dos trabalhos ainda não é das maiores. Os treinos em Londres e, principalmente, o amistoso contra a Croácia darão uma noção de como o craque está em termos de nível de competição.

Ambiente - O clima em Teresópolis foi dos melhores. A visita de Zagallo em um dia e o aniversário de Tite no outro foram fatos novos que ajudaram a manter a descontração na Granja Comary. Com folgas semanais e preparação dividida em três países diferentes - Brasil, Inglaterra e Rússia -, a comissão técnica espera não deixar o período de treinos tão maçante para os jogadores.

Pontos negativos

Douglas Costa - O jogador da Juventus se apresentou com lesão muscular e resgatou seu histórico de problemas médicos que o impediram de se firmar na seleção por muito tempo. Ele desfalcou os treinos na Granja Comary e deve diminuir as opções de Tite para escalar o ataque da seleção no amistoso contra a Croácia, dia 3.

Contato com a torcida - A CBF ainda não conseguiu encontrar um ponto de equilíbrio entre a reclusão total e a abertura completa no que diz respeito à relação com os torcedores. A ideia de fazer um amistoso no Maracanã antes de viajar não foi à frente e a confusão da última sexta, quando centenas de pessoas ficaram do lado de fora da Granja Comary, poderia ser evitada se, por exemplo, um treino aberto no Maracanã fosse realizado neste sábado, em moldes semelhantes ao que o Flamengo fez recentemente e a própria seleção realizou em Manaus, ano passado.