Esportes

Skatista Kelvin Hoefler se despede de Tóquio e exibe medalha na partida: 'Chegou a hora'

O skatista entrou no voo direto para Los Angeles, nos Estados Unidos, onde mora com a esposa Ana Paula Negrão

Agência O Globo

Com a medalha de prata conquistada e sem mais competições para o skate, o brasileiro Kelvin Hoefler se despediu de Tóquio nesta segunda-feira, dia 26. Nas redes sociais, o atleta exibiu o passaporte muito bem acompanhado da melhor lembrança da competição. E a viagem ocorreu em meio a bastidores de que o atleta não se envolve muito com o restante da delegação.

"Chegou a hora de partir. Difícil de dizer, mas... Até logo, Tóquio, obrigado, arigato", escreveu o medalhista.

O skatista entrou no voo direto para Los Angeles, nos Estados Unidos, onde mora com a esposa Ana Paula Negrão. No avião, Kelvin mostrou a companhia com colegas canadenses.

"No voo com duas lendas", elogiou.

Além da alegria pela medalha conquistada para o Brasil, a vitória de Kelvin expôs uma crise interna na delegação do skate. O atleta preferiu dizer que é uma pessoa mais reservada e, por isso, não se envolve com outros membros do time Brasil de skate.

"Eu sou um cara bem pacato, sou do Guarujá, sou bem quieto, eu vim aqui para ganhar medalha, vim aqui para representar o meu país. E o que eu fiz? Estou aqui por um objetivo. Eu me isolei, fato, isolei, porque eu tenho um objetivo de levar essa medalha aqui para vocês, para todos os skatistas do Brasil, que eles sim merecem isso daqui", disse Kelvin em uma live com o jornalista Ivan Moré.

Kelvin viajou para Tóquio sem a esposa, Ana Paula Negrão, que é sua técnica e criticou a decisão da Confederação Brasileira de Skate (CBSK), chegando a bloquear os perfis da entidade nas redes sociais.