Futebol

Sueca Pia Sundhage é a nova técnica da seleção feminina de futebol

Treinadora tem três medalhas olímpica e um vice mundial no currículo

Agência O Globo
- Atualizada em

Pia Sundhage  é a nova  técnica  da  seleção feminina de futebol  do  Brasil . A  CBF  confirmou a chegada da treinadora sueca na manhã desta quinta-feira, quase uma hora depois de a  Fifa  e a  Federação Sueca de Futebol divulgarem o acerto em seus perfis oficiais no Twitter.

Foto: Divulgação / CBF
Em entrevista ao site da CBF, o presidente da entidade, Rogério Caboclo, comentou sobre a chegada da técnica, que assume o lugar vago deixado por Vadão, demitido na última segunda-feira, um mês após a equipe ter sido eliminada nas oitavas de final da Copa do Mundo da França.

"A escolha da Pia reflete a nova dimensão que vamos imprimir ao futebol feminino no Brasil. A partir da sua chegada, desenvolveremos um planejamento totalmente integrado entre a seleção principal e a base, equilibrando objetivos de curto prazo, como Tóquio-2020, com a renovação contínua dos nossos talentos", disse o cartola.

A sueca já foi eleita a melhor técnica no mundo e ainda subiu no pódio em outros três anos. Ela conquistou dois ouros olímpicos (ambos com os Estados Unidos, em 2008 e 2012) e uma prata (com a Suécia, em 2016), além de um vice-campeonato de Copa do Mundo com as americanas (2011).

"Pia reúne a experiência e o talento perfeitos para isso. É uma enorme alegria termos essa lenda do futebol feminino no nosso time. Na busca permanente por inovação e excelência, teremos pela primeira vez, uma treinadora estrangeira comandando a seleção brasileira Feminina", disse o presidente da CBF.