Copa 2018

Técnico reconhece eliminação justa da Alemanha: 'Não merecíamos passar de fase'

Treinador, porém, faz questão de ressaltar que não faltou vontade aos atuais campeões do mundo

Depois da histórica derrota por 2 a 0 para a Coreia do Sul que tirou a Alemanha da Copa do Mundo na fase de grupos pela primeira vez na história, o técnico Joachim Löw disse em entrevista coletiva que o que aconteceu acabou sendo justo.

“No momento é difícil de dizer. A decepção de ser eliminado é enorme. Antes de tudo temos que parabenizar nossos adversários que se classificaram. Nós não merecíamos vencer a Copa do Mundo de novo. Não merecíamos passar para as oitavas de final. Nós fomos eliminados hoje não porque não queríamos vencer, principalmente no segundo tempo, quando quisemos vencer, mas a gente não teve a chance de tomar a liderança em momento algum”, afirmou.

(Foto: Reprodução/Instagram)

Para o treinador, a calma que sobrou no duelo contra a Suécia, quando a Alemanha conseguiu marcar no último minuto, acabou faltando no jogo diante dos sul-coreanos.

“Todo o tempo a gente estava correndo atrás e tentando alcançar os outros. A partir do momento que vimos que a Suécia estava na liderança e nós precisávamos de mais pressão, o time estava perdendo a calma para jogar. Faltou o dinamismo para concluir as jogadas no fim do jogo. Por isso que merecemos ser eliminados hoje”, analisou.

Por fim, questionado se a eliminação era motivo de vergonha, Joachim Löw preferiu usar novamente a palavra “decepção”.

“Para nós é uma decepção enorme. Estávamos prontos para defender o nosso título de campeões mundiais, mas sabíamos que todos os times iriam querer tirar isso de nós. A gente não conseguiu mostrar nosso melhor futebol em campo e tivemos algumas oportunidades para vencer hoje. Não conseguimos nos acalmar e vencer”, declarou.

“E o motivo de isso ter acontecido é uma coisa que temos que identificar. Nas últimas Copas nós estivemos entre os quatro primeiros e em alguns casos fomos finalistas, inclusive. Desta vez, temos que reconhecer, não apresentamos o futebol que sabemos que somos capazes de mostrar. Então temos que aceitar a situação como ela é. Temos que admitir que isso é uma derrota”, finalizou.