Mais Esportes

Terceira etapa do Mundial de surfe é cancelada

Decisão é tomada após ataques de tubarão

Daniela Leone, do Correio 24h
- Atualizada em

A etapa de Margaret River do Circuito Mundial de Surfe está cancelada. Essa foi a decisão da World Surf League (WSL) após os dois ataques de tubarão ocorridos em menos de 24 horas na região australiana em que a competição estava sendo disputada. 

Foto: Reprodução

"Hoje, a WSL tomou a difícil decisão de cancelar o restante da etapa de Margaret River, como resultado das circunstâncias excepcionais que estão acontecendo nesta temporada envolvendo ataques de tubarão e a segurança dos nossos surfistas. Essa decisão foi tomada após muitas horas de consulta às partes interessadas e especialistas", diz o comunicado oficial assinado pela  CEO da WSL, Sophie Goldschmidt.

De acordo com a entidade, há duas possibilidades de desfecho para essa terceira etapa. Ela pode ser concluída em outro local no decorrer da temporada ou os prêmios e pontuação podem ser divididas. 

"Nossa estrutura competitiva permite a distribuição de pontos em caso de cancelamento. No entanto, não estamos desistindo de completar a competição masculina e feminina neste ano, e vamos comunicar nossos pensamentos sobre isso quando soubermos mais", afirmou Goldschmidt.

Oito brasileiros ainda estavam na disputa da terceira etapa, entre eles os campeões Gabriel Medina e Adriano de Souza, que se manifestaram nas redes sociais sobre não se sentirem seguros para competir.