Esportes

Tetraplégica, Laís Souza faz voo livre quatro anós após acidente

A ex-atleta olímpica passou dias fazendo testes antes de partir para o desafio

Redação Correio 24h

Quatro anos depois do acidente que a deixou tetraplégica, Lais Souza fez um voo livre nas montanhas de Alfredo Chaves, a 80 quilômetros de Vitória, capital do Espírito Santo. O convite foi feito pelo piloto Rodolpho Cavalini.

"Nunca tive o sonho de voar. Eu já tinha visto antes, mas eu não tinha ideia de que eu poderia fazer. Mesmo assim, na cadeira, eu não sabia. Ainda estou bem ansiosa, acho que vamos conseguir ficar numa situação legal para que eu fique bem com o corpo juntinho", disse Laís antes do voo para a TV Gazeta, que acompanhou o voo.

Foto: Foto: Roberto Pratti/TV Gazeta

A ex-atleta olímpica passou dias fazendo testes antes de partir para o desafio. Para decolar, Laís precisou da ajuda de outros dois pilotos: Dassa Cardoso e Ricardo Ramos. “Obrigado, Senhor! Obrigado, Laís! Espetacular!”, disse o piloto Rodolpho Cavalini. “Tô muito emocionado, como se fosse a primeira vez", comentou beijando o capacete da atleta.

"Tá top, tá top, muito louco, muito louco", diz, Laís avisando que vai ter um próximo voo. "A gente vai fazer mais manobra. Eu acho que a vida é muito curta pra gente perder tempo com algumas besteiras, um problema pequeno e você faz uma bola de neve, eu acho que tem que voltar as energias para as coisas que realmente valem à pena", concluiu.