Futebol

Tite admite favoritismo do Brasil: 'Pelo futebol e consistência'

Treinador convocou a Seleção para a Copa do Mundo

Ivan Dias Marques, do Correio 24 horas
Após convocar a seleção brasileira para a Copa do Mundo, o técnico Tite foi questionado, em entrevista coletiva, se considera o Brasil como favorito a ganhar a Copa. O treinador assumiu a responsabilidade, mas dividiu o peso. Na visão dele, o time entre como “um dos favoritos”.
"O Brasil é um dos favoritos sim. Pelo futebol que tem apresentado, pela consistência de equipe, é agressiva, faz gols, tem uma transição rápida. E a gente busca alguém para acelerar essa transição, um regulador de velocidade. Mas a gente encara a verdade dos fatos que estão aí", disse o técnico. 
Tite também mandou um recado à torcida e afirmou que, se o hexacampeonato vier, vai ser fruto de uma conquista do grupo. "Pro torcedor, digo que a gente vai fazer o melhor trabalho possível, dedicando cabeça e coração, corpo e alma, para apresentar um bom futebol. Que a Seleção possa crescer nessa competição e claro que vai objetivar o título, mas ela vai ter que conquistar essa etapa. Vamos com o objetivo inicial de desempenho e final de, sim, estar na final, e conquistar o título", entende o comandante do Brasil.
Cabeça de chave do Grupo E, a Seleção estreia na Copa no dia 17 de junho, contra a Suíça, em Rostov. No dia 22, pega a Costa Rica, em São Petersburgo. E encerra a primeira fase no dia 27, diante da Sérvia, em Moscou.