Futebol

Tite celebra melhora no ataque e revela conversa com atacantes antes de mudança

Contra o Peru, a goleada de 5 a 0 mostra que a palavra foi cumprida

Agência, O Globo
Tite terminou o jogo contra a Venezuela prometendo que o ataque da seleção brasileira melhoraria. Contra o Peru, a goleada de 5 a 0 mostra que a palavra foi cumprida. Para isso, mexeu no ataque, duas mudanças de uma vez, foi radical, mas tentando manter a ternura.
O treinador chamou os cinco atacantes da seleção para conversar. Reunidos, David Neres, Richarlison, Gabriel Jesus, Everton e Roberto Firmino ouviram do técnico os motivos para a mudança. Os dois primeiros foram barrados, perderam as posições para Jesus e Cebolinha.
- Eu chamei os cinco jogadores e conversei com o Firmino pesoalmente. Ele tem mais coisas para dar, pode ter certeza. Ele já foi bem, mas está no processo de evolução ainda. Disse aos jogadores que cada um me traz características diferentes. Agora é a agora do técnico, com respeito ao Richarlison e o David Neres.
As escolhas se mostraram acertadas. Everton foi o melhor jogador em campo na goleada por 5 a 0 e Jesus teve boa atuação. O camisa 9 desperdiçou o pênalti, mas foi absolvido pelo técnico:
- Fiquei triste porque ele não fez o gol, mas jogou muito. Estava torcendo por ele individualmente. Jesus fez um grande jogo.
Neres foi um dos barrados. Ele e Richarlison sequer saíram do banco de reservas na Arena Corinthians. O atacante do Ajax e o jogador do Everton afirmaram que lidam bem com a nova condição.
- Fiquei tranquilo. Quem está entrando é porque está jogando bem. Quem jogar vai fazer o melhor - afirmou David Neres.
- Agora preciso esperar e trabalhar. Não adianta ficar lamentando. Vou continuar trabalhando para ter a vaga de novo. Everton entrou bem, se movimentou. Todos torcem por ele, é um cara humilde e alegre.