Futebol

Tite responde Diego com segundos de silêncio

Técnico teve reação quase teatral antes de se recusar a falar sobre declaração de meia

Burno Marinho e Igor Siqueira, da Agência O Globo

A coletiva de Tite neste sábado foi marcada pelo bom humor. O treinador brincou com o tradutor da entrevista, sorriu nas respostas dos jornalistas. O único momento em que isso foi quebrado ocorreu quando foi questionado sobre as declarações de Diego, meia do Flamengo.

O jogador afirmou na quinta-feira, após a vitória rubro-negra sobre o Bahia, que perdeu a chance de ir à Copa, mas que a seleção também perdia com sua ausência no grupo que irá ao Mundial.

Diante dessa questão, Tite fechou o rosto, respirou fundo e ficou em silêncio por alguns segundos. Parecia escolher cada palavra que diria. Em seguida, preferiu sair pela tangente.

— Quanto a essa manifestação, eu tenho uma série de jogadores importantes na equipe, para quem preciso dar atenção. Quero ficar focado no trabalho, nos atletas da seleção — resumiu o treinador.

Diego, mesmo atravessando má fase na época da convocação final para a Copa, ainda tinha esperanças de ser chamado. Se isso tivesse acontecido, ele disputaria vaga com Renato Augusto. O meia sofre com problemas no joelho esquerdo e perdeu espaço na seleção. Os problemas físicos vêm de antes da apresentação.

— Primeiro temos de recuperar o padrão Renato. Ele está passando por um processo de recuperação, não posso expor o jogador — destacou Tite.