Futebol

Uillian Correia aposta na força do Barradão para vencer o Bahia no clássico

O Leão atuou em 18 jogos nos seus domínios este ano e conquistou 14 triunfos

Redação Correio 24h
- Atualizada em

O primeiro clássico Ba-Vi do Campeonato Brasileiro será cercado de tensão. Com Bahia e Vitória na zona de rebaixamento, tricolores e rubro-negros não cogitam outro resultado a não ser vencer a partida, domingo, às 16h, no Barradão.

Volante do Leão mira confronto difícil com o tricolor, mas garante que o time está focado em vencer 
(Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória)

É justamente o palco do jogo que pode fazer a diferença para o Leão. No estádio, o time tem 18 jogos no ano, com 14 triunfos, dois empates e duas derrotas. Na Série A, o Vitória jogou no Barradão três vezes: ganhou uma, perdeu uma e empatou outra.

Os números favorecem e é nesse cenário positivo que o volante Uillian Correia quer se apegar. “Será um clássico entre duas equipes que precisam da vitória, mas estaremos em casa, diante do nosso torcedor e temos que impor nosso ritmo. Agora é momento de juntar forças para dar a volta por cima na Série A com um grande resultado diante do Bahia. Vamos lutar por isso”, afirmou. 

O primeiro clássico Ba-Vi do Campeonato Brasileiro será cercado de tensão. Com Bahia e Vitória na zona de rebaixamento, tricolores e rubro-negros não cogitam outro resultado a não ser vencer a partida, domingo, às 16h, no Barradão.

É justamente o palco do jogo que pode fazer a diferença para o Leão. No estádio, o time tem 18 jogos no ano, com 14 triunfos, dois empates e duas derrotas. Na Série A, o Vitória jogou no Barradão três vezes: ganhou uma, perdeu uma e empatou outra.

Os números favorecem e é nesse cenário positivo que o volante Uillian Correia quer se apegar. “Será um clássico entre duas equipes que precisam da vitória, mas estaremos em casa, diante do nosso torcedor e temos que impor nosso ritmo. Agora é momento de juntar forças para dar a volta por cima na Série A com um grande resultado diante do Bahia. Vamos lutar por isso”, afirmou.