Futebol

Vadão é demitido da seleção feminina de futebol

Técnico encerra sua segunda passagem pela amarelinha

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em


O técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão, foi demitido da seleção brasileira de futebol feminino. A decisão foi tomada por Rogério Caboclo, presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), segundo informações de Gabriela Moreira, colunista do ge.

Foto: CBF

Essa foi a segunda passagem de Vadão pela seleção feminina. Ele comandou a equipe nas Olimpíadas do Rio, em 2016, na qual o Brasil terminou na quarta colocação. Demitido após o torneio, Vadão retornou em setembro de 2017 ao cargo para substituir Emily Lima.

Nesta segunda passagem, Vadão chegou a acumular nove derrotas consecutivas, sequência que só foi quebrada na estreia da copa do mundo, em que as brasileiras venceram a seleção da Jamaica por 3 a 0.

Segundo a colunista do ge, a demissão de Marco Aurélio Cunha, coordenador de futebol feminino, está em discussão na CBF, mas ele permanece no cargo a princípio.