Futebol

Veja como a pandemia do coronavírus já afeta o futebol mundial

Entre jogos e campeonatos adiados ou cancelados, mundo da bola sofre prejuízos com a doença

Agência O Globo e Redação iBahia
- Atualizada em

Depois de conquistar uma de suas maiores façanhas na Champions League ao vencer o atual campeão Liverpool, o Atlético de Madrid deve levar um balde de água fria em breve. Devido ao surto de coronavírus, a comissão técnica do clube está cogitando suspender os treinos por tempo indeterminado. A pandemia mundial já afetou o calendário do futebol pelo mundo todo, e não seria diferente para o clube espanhol.

O Atlético de Madrid ainda não se comunicou oficialmente sobre a possibilidade, mas jogos do campeonato espanhol e de outras ligas europeias já foram afetados. A tendência é de que cada vez mais campeonatos e mais clubes interrompam as atividades.

A Uefa vai realizar uma reunião na próxima terça-feira para discutir as medidas que serão tomadas. Todas as ligas europeias, a Liga dos Campeões, a Liga Europa e a Euro 2020 estarão em discussão.



Premier League
Na Inglaterra, três jogadores do Leicester estão em auto-isolamento após mostrarem sinais de coronavírus. Eles apresentaram sintomas leves, semelhantes aos da gripe, e a equipe médica do clube aconselhou que eles se isolassem do restante do time. O Leicester enfrenta o Watford pela Premier League no sábado, e a partida está mantida por enquanto.

O Chelsea cancelou os treinamentos desta quinta-feira, depois que um dos membros da equipe reclamou de sintomas do coronavírus. O clube ainda não se manifestou, e vai enfrentar o Aston Villa fora de casa no próximo sábado.

O campeonato inglês caminha para ser o próximo afetado. O jogo entre Manchester City e Arsenal, que seria disputado na última quarta-feira no Etihad Stadium, foi adiado. A decisão foi uma medida de prevenção a proliferação do vírus, já que o time do Arsenal esteve em contato o dono do Olympiakos, Evangelos Marinakis, diagnosticado com a doença.

Com o governo do país intensificando as ações contra o coronavírus, a tendência é que a Premier League passe a ser disputada com portões fechados, o que já vem acontecendo na Champions League. As oitavas de final da competição tiveram metade dos seus jogo sem torcida, e as partidas entre Manchester City x Real Madrid e Juventus x Lyon, previstas para a próxima terça-feira, foram adiadas e ainda não há novas datas.

Serie A
Juventus de Cristiano Ronaldo jogou com portões fechados (Foto: Getty Images/Reprodução)
Na Itália, país europeu com mais casos confirmados, o campeonato nacional foi suspenso. O Comitê Olímpico Italiano (CONI) decidiu paralisar todos os eventos esportivos até o dia 3 de abril. Além disso, dois jogadores da Serie A foram diagnosticados com coronavírus. O zagueiro Daniele Rugani, da Juventus, e o atacante Manolo Gabbiadini, da Sampdoria, estão isolados, mas bem. Gabbiadini foi titular contra o Hellas Verona, no domingo, decidiu suspender as atividades após a confirmação do caso.

A Juventus afirmou nesta quarta-feira (11) que Cristiano Ronaldo não vai retornar à Itália por causa do coronavírus. O jogador permanecerá em Portugal por tempo indeterminado, à espera de atualizações sobre a pandemia.

América do Sul
O vírus também se espalhou pela América do Sul, e os campeonatos de futebol já começam a ser afetados. A Conmebol anunciou a suspensão dos jogos da Libertadores a partir da próxima semana. Os jogos desta quinta-feira (12), como o clássico Grêmio e Internacional, estão mantidos. Os primeiros jogos das eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo também devem ser adiados.

As autoridades da Argentina determinaram que todos os jogos no país sejam disputados com portões fechados. Por causa disso, a partida entre Racing e Alianza Lima pela Libertadores, marcada para as 21h desta quinta-feira, não terá torcedores.

A Federação Equatoriana de Futebol também decidiu suspender as partidas do próximo final de semana até segunda ordem.