Futebol

Você viu? Dinheiro da venda de Neymar teria orgia inclusa para o pai

Revelação foi feita por Laor, ex-presidente do Santos, em entrevista ao site ESPN.com.br

Redação iBahia (esportes@portalibahia.com.br)

Duas semanas depois de renunciar à presidência do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o Laor, lançou uma nova polêmica envolvendo a venda de Neymar do Peixe para o Barcelona. Em entrevista ao site ESPN.com.br, ele falou que o valor da negociação do craque da Seleção Brasileira envolveu até uma orgia para o pai do jogador.

"Nesses 90 milhões de euros estavam incluídos o dinheiro do cafezinho do pai do Neymar e uma orgia no hotel Piccadilly, em Londres. Porque ele (pai do Neymar) cobra qualquer coisa. Ele nunca me pagou um café. E eu paguei uns 200 cafés para ele. Então esses 90 milhões são exagerados. Isso inclui p...", disse Luis Alvaro.

Logo em seguida, Laor fez críticas ao pai de Neymar. "Achava que o pai do Neymar era meu amigo. Mas hoje não quero ver na frente do meu carro, pois senão ao invés de brecar eu acelero. Não estendo a mão para ele. E, se estender, é para dar uma porrada".

Aos 71 anos e 41kg mais magro, Luis Alvaro disse que agora está bem de saúde. "Estive praticamente morto. Estou com 82kg. No auge de euforia do Santos estava com 123kg. Eu revivi. Estou me sentindo bem, não sinto falta de ar". Laor se afastou da presidência aos poucos, ainda em 2012. Os problemas de saúde o fizeram pedir licença de um ano do cargo. Ele esteve entre a vida e a morte.