Futebol

Wenger deixará o Arsenal após 22 anos como técnico

Técnico, de 68 anos, só ficará no time até o fim da temporada

Redação Correio 24 horas
Arsène Wenger deixará o Arsenal. Técnico do time inglês há 22 anos, o treinador anunciou nesta sexta-feira (20), que só ficará no cargo até o fim da temporada. O aviso foi dado através da publicação de uma carta publicada no site oficial da equipe.
“Depois de uma análise cuidadosa e de seguir as discussões com o clube, sinto que é o momento certo para eu deixar o clube no final da temporada. Sou grato por ter tido o privilégio de servir ao clube por tantos anos memoráveis. Eu gerenciei o clube com total comprometimento e integridade Quero agradecer à equipe, aos jogadores, aos diretores e aos torcedores que tornam este clube tão especial”, escreveu o francês.
Nesses 22 anos à frente do comando técnico, Wenger, de 68 anos, conquistou três títulos do Campeonato Inglês, sendo uma temporada de forma invicta (2003-04), e sete Copas da Inglaterra. Apesar da trajetória vitoriosa, o Arsenal não conquista um título nacional há 14 anos e vive declínio. Nesta temporada, por exemplo, o clube está próximo de icar fora da Liga dos Campeões pela segunda vez consecutiva. A única chance de conseguir vaga é levantar o caneco da Liga Europa.
“Peço aos nossos torcedores darem apoio à equipe para terminar em alta. Para todos os amantes do Arsenal, cuidem dos valores do clube. Meu amor e apoio para sempre”, completou Wenger.
No comunicado, o clube afirma que vai procurar um sucessor para Wenger “o mais rápido possível”.