Estúdio iBahia

Honra e ancestralidade: conheça as raízes da baianidade de Denny Denan

Denny Denan é o último dos 9 artistas que integram a nova edição do Estúdio iBahia

Mayra Lopes (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

É inevitável ficar parado ao som das batidas do timbal. Mas, quando ele toca o instrumento e canta ao mesmo tempo, a sensação é de que o tempo para! É um casamento perfeito. A suavidade é nítida, mas a força vocal deste artista, que sempre viveu no cenário artístico-cultural, toca os nossos corações e ecoa aonde quer que vá. Ele é um homem simples, de temperamento tranquilo, caçula de cinco filhos, pai, cantor, percussionista, timbaleiro e cheio de axé. Estamos falando de Denny Denan, último artista da mais nova edição do Estúdio iBahia

A música sempre foi familiar para Denny. Diferente dos que muito acreditam, a percussão veio somente aos 8 anos de idade quando ele ingressou no projeto Casa Criança, da cidade onde nasceu – Camaçari/BA. Na família do artista, o amor pela arte é ancestral.

“Eu sou filho caçula, né? Vim de uma família musical: minha mãe cantava, meu pai tocava, tenho dois irmãos que cantam e cresci nessa família vendo todo mundo cantar. Aprendi a cantar com minha mãe, com os meus irmãos enfim...e desde os oito anos que eu canto profissionalmente; eu até saía com os meus irmãos escondido da minha mãe para cantar”, revelou Denny relembrando dos momentos de infância.

O que ele não sabia, era como tudo isso iria mudar tão rápido na vida dele. Foi uma visita do cacique Carlinhos Brown que deu a guinada necessária para conhecermos o Denny Denan de hoje. 

Denny morava em Camaçari e ganhou o mundo com a Timbalada (Foto: Reprodução/Instagram)

“Em um belo dia, eu com 12 anos, Carlinhos foi visitar o projeto. Eu fui recepcioná-lo cantando junto com a banda de percussão da casa da criança. E foi onde eu o conheci e foi onde eu recebi o convite pra ir no ensaio da timbalada. Eu tinha 12 anos! De lá pra cá, todo mundo já sabe o que aconteceu...rsrsrs. A história é longa de 25 anos”, disse ele.

A musicalidade e a versatilidade impressa pelo cantor da Timbalada são heranças de grandes referências artísticas e musicais. E Denny fez questão de revelar nomes, que até então era um segredo, e que o ajudaram na construção e nos estudos dele para se tornar um bom intérprete.

“As minhas referências musicais são muito mais americanas do que brasileiras. Eu te confesso. Porque naquela época, eu só ouvia música americana, né? Lógico, a música popular brasileira era pra poucas pessoas. E assim, em discos vinis, eu ouvia Caetano, eu via Gil, ouvia a Olodum... mas, nas rádios eu ouvia Michael Jackson, Billy Paul, Frank Sinatra, dentre tantos outros artistas”, explicou o percussionista fã desses cantores.

Quando questionado pelo iBahia sobre as influências hoje, ele declarou: “Quando eu entrei na Timbalada, eu conheci um músico maravilhoso, uma pessoa que é um poço de genialidade chamado Carlinhos Brown e, na verdade, ainda é uma referência até hoje. Eu suguei, eu cultivei toda essa potência musical desde um grande percussionista, hoje como cantor, um grande compositor, letrista, enfim...um artista completo. Então, eu tenho também Carlinhos Brown como uma grande inspiração”, pontou.

Carlinhos Brown é uma das inspirações de Denny (Foto: Reprodução/Instagram)


Raízes e Àsé
A honra e o respeito à ancestralidade é algo genuíno na história de Denny. Não somente no seio familiar, mas também na religião. Esses caminhos se entrelaçam, já que a avó do cantor é candomblecista.

Nas redes sociais, Denny mostra alguns de seus momentos com sua família de axé. As rodas de canto sempre emanam boas energias e muita baianidade. Até o filho do artista já começou a dar os primeiros toques em atabaques. Sobre o assunto, o artista explicou com muito carinho, o que axé representa na sua vida.

“Desde pequeno que eu canto em Iurubá, sem o saber o que significava? Sem saber o que eu estava cantando, né? Eu não fui buscar o candomblé. Na verdade, quem é de axé sempre é. E um dia o orixá o encaminha. Sou do Candomblé até hoje, não cultuo outra religião, Deus está sempre a cima de tudo; e meus orixás e meus pais estou sempre cultuando para que me dê força, me dê vigor, me dê saúde, me dê paz, me dê tranquilidade, porque o resto a gente corre atrás. ”

Denny e o filho tocando atabaques (Foto: Reprodução/Redes Sociais)



De volta ao 'Gueto Square'

Denny seguiu para carreira solo e permaneceu por cinco anos. Mas, no dia 30 de outubro de 2021, o Candyall Guetho Square foi palco para o anúncio de retorno dele à Timbalada. Ao seu lado, o cantor Buja, que dividirá com ele a responsabilidade de levar a alegria aos timbaleiros de plantão. Sobre essa nova jornada à dois, Denny foi direto e não economizou nos elogios.

”Buja é um super parceiro de palco, além de um artista muito talentoso. Tá sendo muito bom dividir os vocais da Timbalada com ele. Nossa troca é incrível e isso é algo contagiante”, descreveu.

Na coletiva, muitos jornalistas questionaram o retorno de Denny. Mas isso não foi, em nenhum momento, um desafio para ele responder. "Sou dessa casa há muito tempo. Foi um movimento natural. Sobre minha volta para Timbalada, eu vou fazer uma alusão. Um bom filho a casa retorna", pontuou Denny.

E Carlinhos Brown complementou a fala do cantor. "O pai está sempre com as portas abertas. Pra mim, nunca vai haver ex-timbaleiros, todas as saídas foram de desejos próprios e todos foram apoiados por mim", afirmou Brown.

Denny, Brow e Buja no dia da coletiva de imprensa (Foto: Reprodução/Redes Sociais)


As expectativas para a retomada dos shows da banda são enormes. O primeiro ensaio da Timbalada, com a nova formação, será no dia 5 de dezembro. Os ingressos principais esgotaram em minutos. E diante dessa pergunta e também sobre o questionamento sobre a postura que ele terá nessa nova jornada, ele foi detalhista.

“Eu enxergo esse retorno à Timbalada como uma forma de agradecimento por esses 25 anos. É um retorno de muita gratidão...Está de volta um Denny muito mais maduro, muito mais à frente também do trabalho; hoje eu voltei não só como um cantor, mas também como gestor juntamente com Carlinhos Brown e tá sendo um aprendizado muito bacana pra mim. Pra mim, está sendo muito mais uma responsabilidade do que ser só um artista no palco”, finalizou.


*A participação de Denny Denan no Estúdio iBahia foi realizada antes do anúncio de retorno dele à Timbalada

Confira na íntegra a participação de Denny Denan no Estúdio iBahia