Número de eleitores com deficiência sobe cerca de 50% na Bahia; indica TSE


Foto: Antonio Augusto/Ascom/TSE

O número de eleitores com algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida cresceu no Brasil. Na Bahia, o crescimento foi de 49,3%, passando de 42 mil para cerca de 62 mil eleitores com algum tipo de deficiência.

A informações foi divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Brasil, entre 2018 e 2022, o número passou de 930 mil para pouco mais 1,2 milhões. O aumento representa cerca de 35,27%. De acordo com o secretário de Planejamento e Estratégias do TRE Bahia, Victor Xavier, o órgão já está se preparando para atender a demanda.

“Nós temos trabalhado em diversas frentes. Mas, o mais importante é a se pontuar é que o TRE Bahia trabalha em parceria com diversas outras instituições. Por exemplo, temos mantido contato com Governo do Estado, Prefeituras Municipais, chefes de cartórios, magistrados, nas zonas eleitorais que tem feito vistorias nos locais das sessões”, explica.

Segundo o secretário, foi solicitado as autoridades responsáveis pelos prédios públicos que informe e que façam a manutenção desses equipamentos no que diz respeito a acessibilidade.

Entre os mais de 1,2 milhões de eleitores com necessidades especiais no país, 30,47% declararam ter algum tipo de deficiência de locomoção. Outros cerca de 13,3% visual e 7,97% auditiva.

Victor Xavier reforça que a justiça eleitoral implantou diversos mecanismos que asseguram a essas pessoas a possibilidade de votar e serem atendidas com mais acessibilidade.

“As urnas eletrônicas contaram com tradução para Língua Brasileira de Sinais e isso vale para as urnas modelos 2020, 2019, que são as mais antigas. Também temos o sistema braile funcionando. Além disso, desde agosto do ano passado o TRE Bahia trouxe uma iniciativa inovadora. Nós temos um Núcleo de Atendimento Virtual ao Eleitor (NAVE), e esse núcleo, ele realiza vídeo chamada. Por tanto, o eleitor surdo, pode fazer uma vídeo chamada que vai ser atendido por um intérprete de libras”, explica.

Vale destacar que caso o eleitor tenha interesse em solicitar a transferência para uma seção com maior acessibilidade deve fazer a solicitação até o dia 18 de agosto.

O pedido deve ser feito pela própria pessoa interessada ou por meio de curador, apoiador ou procurador.

Leia mais sobre Fala Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.