Eventos

Presidente da Abape sobre retomada do setor de entretenimento: ‘Ainda vamos precisar de alguns anos para recuperar’

Expectativa da associação do setor é que cerca de quinhentos e noventa mil eventos sejam realizados até o final deste ano em todo o país

Redação iBahia
23/05/2022 às 22h09

2 min de leitura
Foto: Divulgação

O país vive um momento de retomada para o setor de eventos e entretenimento. Um dos mais impactados pela pandemia de Covid-19, o setor chegou a ter 98% das atividades afetadas, segundo um levantamento da Associação dos Promotores de Eventos (ABRAPE).

Apesar da expectativa de volta com força total e do bom momento no setor cultural, o presidente da Associação Regional do segmento, Moacyr Villas Boas, afirma que ainda será preciso um tempo até o setor se reerguer totalmente.

“Foi um momento realmente, um período muito complicado… eu acho que o período mais nebuloso e complicado que o setor já enfrentou na sua existência. Muitas empresas tiveram a paralisação de praticamente 100%, embora os dados comprovem que 90% dos eventos foram atingidos, muitos inclusive sequer sobreviverem a pandemia. Mas, depois de todo esse sofrimento, finalmente estamos começando a voltar. Mas é claro que, um setor que fica dois anos parado, ele não se reergue do dia para a noite, então ainda vamos precisar de alguns anos para recuperar esses prejuízos”, afirmou.

No entanto, o interesse do público reaquece o segmento na retomada dos grandes eventos. O mês de maio, inclusive, tem sido relevante nesse quesito. De acordo com Joaquim Nery, diretor da Central do Carnaval, há uma vontade represada do público.

“A gente sente que o setor voltou forte. Vários eventos tem acontecido no Brasil inteiro, e a resposta do público tem sido maravilhosa. O que a gente percebe é que havia uma vontade represada do público em participar dos grandes eventos de entretenimento. Mega shows, festivais, etc”, analisou.

A expectativa da associação do setor é que cerca de quinhentos e noventa mil eventos sejam realizados até o final deste ano em todo o país.

Leia mais sobre Fala Bahia em iBahia.com e siga o Portal no Google Notícias.