Notícias

Após oito mortes de rodoviários, ACM Neto anuncia 3.500 testes rápidos para categoria

Passageiros vão passar por higienização em Salvador e prefeitura vai aumentar de 40% para 60% a frota de ônibus no Subúrbio Ferroviário

Da Redação (falabahia@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O prefeito ACM Neto anunciou, em entrevista coletiva virtual realizada na manhã desta sexta-feira (29), mudanças no transporte público para diminuir o risco de contágio do coronavírus entre rodoviários e passageiros.

Autoridades em saúde afirmam que o transporte público é um local de alta transmissão do coronavírus.

Entre as novas medidas anunciadas pelo prefeito, estão a colocação de barreiras físicas em todos os ônibus, distribuição de testes rápidos para os rodoviários, aferição da temperatura e higienização dos passageiros.

"Disponibilizamos 3500 testes rápidos para rodoviários, identificando alguém que esteja positivo, será afastado e terá início de acompanhamento do tratamento e recuperação", anunciou Neto.

Pelo menos oito rodoviários morreram por Covid-19 no sistema de transporte público de Salvador e Região Metropolitana, sendo seis no sistema urbano e outras duas no metropolitano. Embora não haja um balanço de quantos profissionais estão em isolamento por causa da doença, entretanto 2 mil estão afastados por se enquadrar no grupo de risco.

Para tentar conter o problema, no fins de linha que concentram maior circulação de pessoas, a prefeitura colocará funcionários para higienizar as mãos dos passageiros que entram nos ônibus.

ACM Neto afirmou, também, que vai aumentar de 40% para 60% a frota de ônibus no Subúrbio Ferroviário da capital baiana.

Além disso, haverá uma frota reguladora em diversos finais de linha, como explica o prefeito de Salvador.

“Teremos uma frota reguladora, ônibus vazios aguardando chamado da secretaria de ordem pública. Se um ônibus encher, o fiscal irá determinar que parta e requisitará a frota reguladora em caso de necessidade”, disse.