Notícias

Nova etapa da campanha de vacinação contra a gripe começa na segunda-feira (18)

Saiba qual grupo estará incluso

- Atualizada em

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A segunda etapa da terceira fase da campanha de aplicação da vacina contra a influenza terá início na segunda-feira (18) e será encerrada no dia 5 de junho. De acordo com o Ministério da Saúde, todos os estados estão abastecidos para continuação da campanha. No total, o órgão investiu R$ 1,1 bilhão na aquisição de 79 milhões de doses da vacina para as três fases. 

A fase atual, que acontece desde o dia 11 de maio, tem foco nas pessoas com deficiência; crianças de seis meses a menores de seis anos; gestantes; e mães no pós-parto (até 45 dias). A partir do dia 18, ficam inclusos os professores das escolas públicas e privadas e os adultos de 55 a 59 anos de idade. 

Vale lembrar que, para receber a aplicação da dose, as mulheres no período até 45 dias após o parto devem apresentar documento que comprove o puerpério (certidão de nascimento, cartão da gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros). 

A escolha dos grupos prioritários para a vacinação contra a gripe segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e são priorizados os grupos mais suscetíveis ao agravamento de doenças respiratórias.

Fases anteriores

Até então, na segunda fase da campanha iniciada em 16 de abril e encerrada no dia 8 de maio, apenas 36% (ou 5,6 milhões de pessoas) do público-alvo foram vacinados. O número era 10 milhões inferior ao total de pessoas do grupo pretendido.

A segunda fase da campanha teve como público-alvo povos indígenas, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos, trabalhadores portuários, membros das forças de segurança e salvamento; pessoas com doenças crônicas e outras condições clínicas especiais; adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas; população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Na primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação, dirigida a idosos com 60 anos ou mais e a trabalhadores da saúde, mais de 18,9 milhões de idosos foram vacinados, o que corresponde a 90,66% deste público.