Notícias

Secretário de Saúde relata baixa procura de médicos para vagas em UTIs na Bahia

De acordo com Fábio Vilas Boas, três dias após convocação com 400 vagas e salários de até R$ 19 mil, apenas 80 médicos se cadastraram

Redação (falabahia@redebahia.com.br)
- Atualizada em

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, na manhã desta quarta-feira (13), relatou por meio das redes sociais uma baixa procura para o preenchimento das 400 vagas para médicos atuarem em UTIs na Bahia, após três dias da convocação. A remuneração para os selecionados varia entre R$ 12 mil e R$ 19 mil.

Segundo Vilas Boas, apenas 80 médicos mostraram interesse em atuar nas UTIs das unidades de referência e retaguarda para o coronavírus em território baiano, o que representa 20% do total de vagas. 

“Apenas 80 médicos para uma remuneração entre R$ 12 mil e 19 mil por mês, para carga horária de 24 a 30h semanais. Depois dizem que tem médicos sobrando na Bahia”, escreveu o secretário.

As vagas que abrangem todo o território do estado, visa contratar médicos com experiência, sendo especialistas nas áreas de medicina intensiva, anestesiologia, cirurgia, pneumologia, clínica médica, cardiologia, nefrologia, infectologia e áreas afins. 

As contratações serão feitas através das Organizações Sociais gestoras das unidades hospitalares ou por empresas. As inscrições devem ser realizadas através do site da Secretária de Saúde.

O prazo para inscrições se encerra na próxima segunda-feira (18).