Festival da Virada

Festival Virada: primeiro dia tem 17 furtos e nenhuma ocorrência grave

Dentro do evento há uma Central de Flagrantes da Polícia Civil para dar mais agilidade aos atendimentos

Redação Correio 24h

Nenhuma ocorrência grave como homicídio, latrocínio ou lesão corporal dolosa foi registrada no primeiro dia do Festival Virada Salvador, que acontece na Arena Daniela Mercury no bairro da Boca do Rio. No total, foram contabilizados 17 furtos, uma perda de documento, uma lesão leve decorrente de briga e uma prisão em flagrante. O suspeito, que ainda não foi identificado, foi capturado com celular e carteira de outra pessoa no bolso.

Foto: Divulgação / Alberto Maraux/SSP-BA

Uma Central de Flagrantes da Polícia Civil foi montada dentro do evento para dar mais celeridade aos casos e comodidade às vítimas. A unidade da PC conta com 14 delegados, escrivães e investigadores trabalhando durante todo o período da festa. As Delegacias Territoriais de Itapuã (12ª DT), Pituba (16ª DT) e Boca do Rio (9ª DT) também estão dando suporte ao evento com reforço nos plantões.



"Montamos o mesmo padrão do Carnaval. Estamos ainda com um carro presídio pronto para encaminhar aqueles que frequentam esses grandes eventos apenas com o intuito de praticar crimes", declarou a diretora do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), Fernanda Porfírio. A delegada acrescentou também que os casos mais simples como de furtos e perda de documentos podem ser registrados na Delegacia Digital, via internet.