Festival da Virada

Festival Virada Salvador representa geração de oportunidade e renda

As comemorações para a virada de ano começam neste sábado (28) e seguem até a quarta (01)

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Faltando apenas algumas horas para o início do Festival Virada Salvador, é tempo de separar qual a melhor roupa para ir ao evento e de combinar o horário de saída com os familiares e amigos para curtir as apresentações dos grandes artistas que subirão ao palco da Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio. As comemorações para a virada de ano começam neste sábado (28) e seguem até a quarta (01). Os números demonstram que o evento não é só festa, já que também representa geração de oportunidade, renda e movimenta toda a economia da cidade. Confira alguns desses dados:

- 500 mil turistas estarão na capital durante o festival;

- A projeção é de 92% na taxa média de ocupação hoteleira. No dia da virada, essa taxa sobe para 96%. Nas proximidades da festa, a ocupação será de 100%;

- Somente os turistas irão deixar R$ 407,2 milhões na economia de Salvador durante o evento;

- O evento gera 2,5 mil empregos diretos e indiretos;

- Pela Prefeitura, são mais de mil colaboradores envolvidos na operação, incluindo terceirizados;

- Serão mais de 70 horas de música, envolvendo mais de 300 artistas;

- O palco do festival tem 60 metros de envergadura, 19 de altura e 600 metros quadrados de LED;

- 600 ambulantes cadastrados, cada um deles podendo contar com auxiliares;

- Mais de 35 veículos de imprensa irão cobrir a festa;

- O evento conta com uma roda-gigante de 36 metros de altura;

- 28 toneladas de fogos de artifícios serão usadas no momento da virada de ano apenas na Boca do Rio.