Festival da Virada

Festival Virada Salvador será monitorado por câmeras, drone e 400 policiais

PM e Bombeiros reforçarão efetivo para os festejos na Boca do Rio

Carol Aquino, Correio 24 horas (carol.aquino@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Para incrementar a segurança do público que vai curtir o Festival Virada Salvador 2018, na Boca do Rio, a Polícia Militar vai usar até drones para vigiar a Arena Daniela Mercury. Além das 13 câmeras instaladas pela Prefeitura de Salvador, na área interna do evento,  os espectadores contarão com a vigilância de quinze equipamentos de alcance panorâmico instalados pela Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). Quatrocentos policiais militares serão deslocados para atuar nos festejos. 

Três portais de abordagem, utilizados pela Polícia Militar durante o Carnaval, também estarão presentes no Réveillon da Boca do Rio, serão instalados para impedir que drogas, armas e objetos perfurocortantes entrem no circuito. Treze postos de observação instalada serão observados no local. 

Uma central de flagrantes será instalada dentro da Arena Daniela Mercury, com três delegados e três equipes de policiais. "Não haverá necessidade de o PM se deslocar para levar o preso até uma delegacia", ressaltou o delegado geral da Polícia Civil, Bernadino Filho. As equipes das 16ª (Pituba), 9ª (Boca do Rio) e 12ª (Itapuã) Delegacias de Polícia serão reforçadas para servir de apoio aqueles que trabalham no evento e fazer o encaminhamento dos presos em flagrante para audiências de custódia. 

Sessenta guarda-vidas serão colocados na Praia da Boca do Rio pelo Grupamento de Bombeiros Militares para atender possíveis occorrências. Também serão colocados três postos de observação, quatro viaturas um quadriciclo e uma embarcação para atendimentos de emergência.