Festival da Virada

Turistas elogiam estrutura do Festival Virada Salvador

Expectativa de ocupação hoteleira para a noite da virada é de 100% nos hotéis do entorno da festa

Redação Correio 24 horas
- Atualizada em

Esperar por 2018 na cidade do axé e com uma grade de shows de tirar o fôlego de qualquer mortal é certeza de um ano novo repleto de boas energias. Não à toa, a taxa de ocupação hoteleira está perto de 100%, com poucos leitos disponíveis em hotéis da cidade. Tudo isso atraiu o casal catarinense Alex Crestani e Fernanda Benício (foto acima), ambos de 29 anos, que estão surpresos com a estrutura do Festival Virada Salvador.

Alex Crestani e Fernanda Benício, ambos de 29 anos, que estão surpresos com a estrutura do Festival Virada Salvador (Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

“Muito bem organizado, já assistimos aos shows de Skank e estamos ansiosos para ver Alok e Ivete na contagem regressiva”, disse Alex, relacionando as atrações preferidas. Nem o suor e o cansaço diminuíram a animação do casal. “A energia daqui é muito boa, estamos bem contentes de termos vindo. O Réveillon está sendo maravilhoso”, destacou Fernanda.


Mesmo já conhecendo a capital baiana, a turista Fernanda Costa Correia, 19 anos, vinda de Teixeira de Freitas, escolheu o festival para receber 2018 com um grupo de amigos soteropolitanos. “Venho todos os dias, estou achando tudo maravilhoso, me divertindo demais com todos os shows. O evento está com altíssima qualidade, assim como as apresentações, não pensei que fosse tão bom”, afirmou.

Fernanda Costa Correia, 19 anos, veio de Teixeira de Freitas
(Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

Ocupação hoteleira

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), a expectativa de ocupação hoteleira para a noite da virada é de 100% nos hotéis do entorno da festa, que deve levar aproximadamente 700 mil pessoas à orla da capital, somente na noite que antecede 2018, para aproveitar as 70 horas de música apresentadas por 29 atrações.

Do total de visitantes esperados para o verão 2017/2018, 85% corresponde à demanda interna, e os 15% restantes serão preenchidos pela chegada de estrangeiros. Dos brasileiros, 57% devem vir do interior da Bahia e 43% de outros estados, com destaque para São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco e Sergipe. Dos turistas vindos de fora do país, a maioria vem da Argentina, Alemanha, EUA, França e Chile.