Fitness

Adaptação do corpo à vida ‘fitness’ demanda tempo e exige determinação

Começar em um ritmo acelerado demais para a sua rotina pode não apenas frustrar seus objetivos, como desanimá-lo de vez

Evelin Azevedo, da Agência O Globo

Falta pouco mais de um mês para o verão e é nesta época que as pessoas começam a se preparar para a estação mais quente do ano, que é sinônimo de muita praia e pouca roupa. As academias ficam lotadas de gente em busca de um milagre: emagrecer ou criar músculos em poucas semanas. A expectativa é alta, assim como as chances de frustração. Deixar o sedentarismo para passar a ter uma vida “fitness” demanda tempo, paciência e determinação.

— Algumas pessoas são “oito ou oitenta”: um dia são sedentárias e, no dia seguinte, querem ser extremamente saudáveis. É um erro querer fazer tudo perfeito logo no começo. Toda mudança requer adaptação e isso não ocorre da noite para o dia. A pessoa pode até conseguir manter este novo estilo de vida por algumas semanas, mas logo se cansa — comenta Rodrigo Lourenço, personal trainer.

Começar em um ritmo acelerado demais para a sua rotina pode não apenas frustrar seus objetivos como desanimá-lo de vez. Por isso, de acordo com Felipe Goulart, conselheiro do Conselho Regional de Educação Física, a indicação é encontrar a atividade física mais agradável para cada pessoa. — A pessoa precisa se encontrar e isso dará a ela motivação para continuar. É preciso receber orientação profissional tanto do lado da atividade física quanto no lado nutricional — alerta.

Comemore cada conquista

Os benefícios de praticar atividades físicas podem ser sentidos já nas primeiras semanas de prática. Mas o metabolismo só fica totalmente adaptado a partir do quinto mês de treinamento, diz Felipe. É bom ter em mente o seu objetivo maior e separá-lo em pequenas metas para serem concluídas em menos tempo.

— Toda pequena conquista deve ser comemorada, nem que seja contando para um amigo. Mas em caso de não conseguir bater uma meta, é preciso avaliar o que você fez de errado para não repetir.