Fitness

Aliados da balança: como os shakes substitutos de refeições aceleram o emagrecimento

Eles possuem uma fórmula equilibrada, com calorias controladas e ótima densidade nutricional

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Passa muito tempo fora de casa? Não consegue fazer as refeições na hora certa? Quer emagrecer? Os shakes são ótimos aliados. Eles possuem uma fórmula equilibrada, com calorias controladas e ótima densidade nutricional (relação de vitaminas e minerais por caloria). Vale lembrar que os shakes substitutos de refeições são diferentes dos suplementos de proteínas.

“Esses shakes são projetados para diferentes objetivos. De uma maneira simplificada, os substitutos de refeições foram desenhados para ajudar no controle do peso e a manter uma alimentação equilibrada, enquanto os suplementos de proteínas são usados para o desempenho atlético. Mas ambos oferecem ótimas quantidades de proteína, essencial para o ganho de massa muscular quando utilizados com um programa de exercícios físicos”, explicou o médico nutrólogo, Nataniel Viuniski, membro do Conselho de Assuntos de Nutrição da Herbalife Nutrition.

Foto: divulgação
No entanto, a quantidade de proteína presente na fórmula dos substitutos de refeição também se destaca, com cerca de 20 gramas por porção. “Além da função de nutrir, a proteína está presente nesse produto para reduzir a fome e controlar o apetite. Por isso, é uma opção muito interessante para quem busca um estilo de vida saudável e ativo”, reforçou o especialista.

 De acordo com o médico nutrólogo, Nataniel Viuniski, o shake substituto de refeição  possibilita à pessoa fazer um bom gerenciamento de seu peso. Ou seja, quando substituímos uma ou duas das três refeições principais diárias por um shake com menos calorias, obtemos um emagrecimento adequado, sem abrir mão dos nutrientes essenciais ao organismo.

“Para se ter ideia, um shake corretamente preparado oferece cerca de 200 calorias, enquanto um café da manhã, um almoço ou jantar pode variar facilmente de 500 a 800 calorias. É essa redução da ingestão de calorias a razão científica dos shakes substitutos de refeição funcionarem tão bem”.



Uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Ulm, na Alemanha, avaliou dois grupos de obesos durante 12 meses. Um deles seguiu uma dieta rica em proteína, substituindo uma ou duas das refeições diárias por shakes. O outro grupo seguiu uma dieta de proteína com refeições convencionais.

O resultado apontou que aqueles que consumiram o shake emagreceram mais e perderam mais gordura em relação ao outro grupo. Já a manutenção da massa magra foi semelhante em ambos. Portanto, na hora de escolher qual produto consumir, avalie qual é o seu real objetivo.