Fitness

Cinco dicas para ter uma alimentação saudável mesmo com a vida corrida

"O primeiro passo para manter uma vida saudável é ter uma alimentação equilibrada”, alertou a nutricionista Ellen d’Arc

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

É possível comer bem mesmo passando o dia todo fora de casa? Sim, de acordo uma pesquisa realizada pela Federação de Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), 8 em cada 10 brasileiros buscam manter uma alimentação mais saudável, mesmo na correria do dia a dia. Escolher frutas para os lanches intermediários e adquirir uma bolsinha térmica são algumas estratégias para manter o foco.

A nutricionista Ellen d’Arc da Bio Mundo, alertou que a escolha alimentar afeta diretamente a vida do indivíduo. “O primeiro passo para manter uma vida saudável é ter uma alimentação equilibrada. Buscar comer alimentos nutritivos, aliado ao consumo de bastante água e rotina do sono em dia”, comentou Ellen.

Foto: reprodução

Confira dicas para otimizar sua alimentação fora de casa

COMER EM CASA X COMER FORA

Tanto na hora de preparar a marmita quanto na escolha do prato no restaurante, o ideal é incluir na alimentação saladas, legumes, cereais e proteínas. “Em casa, na hora de preparar os alimentos, procure usar as opções integrais, grãos, diversificar legumes, carnes magras e prepara-los com gorduras boas como óleo de coco, azeite extravirgem, elas são ótimas para prevenção de doenças”, aconselha Ellen.
 
A nutricionista alerta que o cuidado na hora de comer fora deve ser maior, geralmente os alimentos têm excesso de sódio, corantes e não são preparados em boa gordura. Então o melhor é escolher restaurantes self-service com boas opções de verduras e fibras e, claro, fugir do refrigerante.
 
BEBA BASTANTE ÁGUA
É importante não negligenciar a hidratação diária. A água é muito importante na eliminação de toxinas e manter o bom funcionamento do seu corpo. “Não espere sentir sede para beber água. Ela é um sinal de alerta para a necessidade do corpo por água”, explica.
 
A dica que a nutricionista dá é ter sempre uma garrafa de água por perto, para que a reposição de líquido seja frequente. “O consumo correto de água, além de reduzir a retenção de líquidos, pois coloca os rins para trabalhar, também promove a saciedade”, completa Ellen.
 
DESLIGUE O CELULAR
Na correria do dia a dia o celular é um excelente aliado, mas não na hora das refeições. A nutricionista explica que o uso dos smartphones e eletrônicos podem atrapalhar na hora de manter a alimentação saudável. “Focamos tanto nossa atenção no aparelho que não notamos os sinais de saciedade que o corpo nos dá, assim comemos mais do que realmente precisamos e mastigamos menos, interferindo na digestão, além dele possuir uma grande concentração de bactérias”.

E não é só o celular, o mesmo vale para a televisão, computador e outras coisas que tiram a atenção durante a alimentação. “Precisamos aprender a fazer as refeições com a mesma dedicação que fazemos as atividades que são importantes no nosso dia. O maior benefício de comer com atenção plena é voltar a reconhecer os sinais que o nosso corpo nos envia todo tempo, mas que estamos sempre muito desatentos e apressados para reparar”, aconselha a especialista.



PLANEJAMENTO
Você precisa tirar um momento para organizar seu plano alimentar da semana e fazer uma lista de compras, para conseguir ter sempre refeições diversificadas e ricas em produtos naturais. Vale lembrar que deixar "para cima da hora" pode te desmotivar na montagem da marmita.

PRIORIZE ALIMENTOS QUE AJUDAM NA SACIEDADE

Tenha sempre na bolsa ou na mochila opções de lanches rápidos e saudáveis. Nozes, castanhas, frutas secas ou até mesmo um iogurte (que deve ser transportado na bolsa térmica) são opções para evitar comer por impulso.