Fitness

Entenda de uma vez por todas as diferenças e vantangens da musculação e do funcional

Exercícios físicos são importantes em qualquer época do ano

Redação Dino

Ao se matricular em uma academia pode haver dúvidas sobre qual modalidade escolher. Aliás, o que seria melhor, musculação ou treinamento funcional ?

De fato, as duas opções são as mais procuradas e apresentam vários benefícios à saúde.
Neste conteúdo é explicado como funcionam os treinos para que seja possível decidir o que é mais interessante a cada estilo de vida:

Foto: reprodução
Musculação e seus benefícios

De acordo com os especialistas em Educação Física, a musculação pode ser feita tanto para aumentar a massa muscular quanto para evitar e tratar diversos problemas de saúde. Só para ilustrar, uma pessoa que treina, ao menos três vezes por semana, durante 60 minutos, pode conseguir os seguintes benefícios:
- Ter músculos durinhos e tonificados;
- Aumentar a resistência óssea;
- Melhorar o condicionamento respiratório e cardíaco;
- Queimar gordura corporal.

Sob o mesmo ponto de vista, para conseguir a hipertrofia, o recomendado é ter bom senso. Seguir a orientação e acompanhamento profissional, respeitando os intervalos entre um exercício e outro para que o corpo possa descansar e ajustar o metabolismo bem como a liberação de hormônios.

Treinamento funcional e seus benefícios

Durante o treinamento funcional o corpo passa por uma série de atividades que simulam a rotina diária. Dessa maneira os acessórios como medicine ball, plataforma de equilíbrio e minitrampolim são usados para aumentar a precisão de movimentos como: correr, pular, equilibrar, escalar e andar.

Surpreendentemente, além da definição muscular os praticantes de treinamento funcional conquistam outros benefícios depois de algum tempo. Os principais são:
- Otimizar a coordenação motora;
- Acelerar o metabolismo;
- Aumentar a flexibilidade;
- Fortalecer os músculos do CORE (região que compreende abdômen, lombar e pélvis);
- Proporcionar ganho de força e resistência muscular.



Vale a pena lembrar que, justamente, por usar tantas nuances, o treinamento funcional frequentemente é incluído na rotina de atletas. Essa prática pode ser feita por indivíduos de todas as idades uma vez que as aulas unem princípios da fisioterapia e reabilitação corporal em exercícios que fortalecem articulações, ligamentos e tendões. Em suma, o desenvolvimento da consciência corporal reduz os riscos de lesões e problemas relacionados ao sedentarismo e excesso de peso.