Fitness

Especialista revela mitos e verdades sobre as atividades físicas

Você precisa buscar um acompanhamento profissional (personal e nutricionista) para ter todas as orientações sobre a redução de medidas e definição do corpo

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Quer otimizar os resultados das atividades físicas? Você precisa buscar um acompanhamento profissional (personal e nutricionista) para ter todas as orientações sobre a redução de medidas e definição do corpo. Não adianta acreditar apenas em sites de dietas e na opinião de conhecidos. Para te ajudar a entender sobre a rotina de treino, o personal  Daniel Ferreira Campos Junior, da Academia Ecofit Aclimação, listou alguns mitos e verdades.

Foto: reprodução
Abdominal faz perder barriga?
Mito!
Exercícios abdominais fazem com que o praticante trabalhe o músculo abdominal, gerando força, resistência e hipertrofia da região. Para perder barriga, ou seja, reduzir o percentual de gordura, é necessário ter uma alimentação direcionada para emagrecimento, com ajuda de um especialista, e manter uma rotina direcionada de atividade física, também com a orientação de um profissional.  

Treinar 30 minutos por dia já é suficiente?
Verdade!
Sabendo usufruir destes 30 minutos disponíveis, o praticante já consegue obter resultados eficientes em condicionamento físico geral (fortalecimento, melhor capacidade respiratória etc). Além disso, nesse tempo também já acontece a liberação do hormônio serotonina, que gera sensação de bem-estar e melhora a disposição e a atenção para o restante do dia.

Uma boa dica para quem tem pouco tempo é optar por treinos em circuito ou intervalados de alta intensidade para maximizar os resultados.

Treinar só no fim de semana faz mal?
Mito!
Partindo do princípio que pouco é melhor que nada, manter-se minimamente ativo é melhor para o corpo e a para saúde do que ter uma vida sedentária. Um bom treino de corrida, bicicleta e até mesmo musculação, mesmo apenas aos finais de semana, gera um gasto calórico alto, ajudando a manter a forma. Vale lembrar que é importante fazer um treino condizente com o nível de preparo físico da pessoa.

Suor é sinal de perda de peso?
Mito!
O suor nada mais é que uma maneira que o corpo encontra para se manter em uma temperatura que não gere prejuízos à saúde, sendo de extrema importância que esse líquido perdido seja reposto. Não se deve acreditar que a efetividade do treinamento está associada ao quanto a pessoa suou, pois isso não está relacionado à perda de gordura.

Outro mito é que treinar agasalhado ajuda a emagrecer. Perder uma grande quantidade de água por conta de estar muito agasalhado pode trazer prejuízos como a hipertermia (corpo superaquecido), acarretando na queda de desempenho e gerando fadiga precoce, cãimbras e até mesmo desmaios. O ideal é praticar atividade física com roupas leves e confortáveis.



Sentir dor significa que o exercício está fazendo efeito?
Mito!
O primeiro ponto a levar em consideração é qual tipo de dor a pessoa sente, já que dor muscular e dor de lesão são diferentes. Uma dor leve a moderada depois do treino em determinada parte do corpo é considerada comum, pois foram geradas microfissuras nas fibras musculares e está ocorrendo o processo inflamatório natural para hipertrofia muscular.

Dores relacionadas às articulações não são sinais ou sintomas de um treinamento efetivo, já que o resultado de um exercício não tem que envolver dor. Todas as atividades têm intensidades diferentes e o praticante deve procurar a mais adequada para seu perfil e objetivo.