Fitness

Nutricionista dá seis dicas para ficar em forma no verão

Invista em refeições leves, bastante água e na prática de atividade física regular

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Está sofrendo com o calor dos dias ensolarados? No verão, você precisa ter alguns cuidados para se manter em forma e saudável. De acordo com a nutricionista Geise Brito, da Perini, esse é o momento de investir em refeições leves, beber bastante água e praticar atividade física regularmente. Para te ajudar a aproveitar o verão, a especialista separou seis dicas.

Foto: reprodução
1- Lanche: as frutas desidratadas e as oleaginosas (castanhas sem sal, amêndoas, nozes) são ótimas opções de petiscos para rotina. Elas são fáceis de conservar e transportar.

2- Frutas da estação:
melão, laranja, lima e melancia são ótimas opções para os dias quentes. Essas frutas possuem alta quantidade de água e ajudam na hidratação. "As frutas fornecem vitaminas e minerais necessários para o funcionamento do organismo e ainda fortalecem o sistema imunológico", explicou Geise.

3- Fixar o bronze: as frutas e legumes de coloração amarela ou alaranjada são fontes de betacaroteno, o que contribui na pigmentação a pele.



4- Hidratação: você deve beber bastante água para se manter hidratado. Além disso, a água estimula o funcionamento dos rins, ativa a circulação e elimina as toxinas.

5- Peixe é a melhor pedida: “consuma mais peixe, no mínimo duas vezes na semana. A carne do peixe tem o percentual de gordura mais baixo que o das carnes vermelhas, o que deixa a refeição mais leve e saudável”.

Além disso, o peixe é um aliado para quem pratica exercícios físicos e/ou faz dieta. “Prefira o peixe grelhado ou ensopado, com pouca gordura, ou até mesmo em forma de sashimi”, orientou a nutricionista.

6- Atividade física: os exercícios são essenciais para desenvolver um bom condicionamento físico. Geise indicou atividades ao ar livre durante os dias quentes, como caminhada e pedalada. “Nadar e surfar são outras boas alternativas. Porém, é interessante procurar os horários do início da manhã ou final da tarde para realizar as atividades”, sugere.