Fitness

Sete coisas que você precisa saber com urgência sobre o emagrecimento e definição

Para te ajudar a entender o que realmente emagrece e/ou define o corpo, o iBahia conversou com a nutricionista Raquel Rodrigues e com o profissional de educação física Antônio Neves

Lívia Oliveira (livia.oliveira@portalibahia.com.br )
- Atualizada em

Reduzir medidas e definir o corpo é quase sempre um desafio, principalmente quando esbarramos em mitos e modismos nas redes sociais. De acordo com a nutricionista Raquel Rodrigues e com o profissional de educação física Antônio Neves, é preciso ter cuidado com as dicas sobre dietas muito restritivas, excesso de abdominal e alimentos 'milagrosos'.

Os especialistas alertaram que os modismos acabam afastado o indivíduo do objetivo e ainda podem prejudicar a saúde. Para te ajudar a entender o que realmente emagrece e/ou define o corpo, Raquel e Antônio listaram sete coisas que você precisa entender de uma vez por todas. Confira: 

1- Fuja das dietas restritivas: para emagrecer você não precisa cortar de vez determinados alimentos. "Cada macronutriente tem sua importância. O ideal é fazer boas escolhas alimentares. Preferir carboidratos complexos, proteína de qualidade (frango, peixe, ovo, carnes vermelhas magras) e gorduras boas (oleaginosas, azeite doce extra virgem e abacate)", pontua Raquel. 

2- Cuidado com os invencionismos: "Não existe treino para emagrecer ou definir. Os exercícios para qualquer objetivo são os mesmos, o que vai fazer você chegar ao seu objetivo é o seguimento correto da dieta associada ao treino diário", explica Antônio Neves. 

3- Para afinar a cintura não precisa fazer abdominais todos os dias: "O abdômen é um músculo como outro qualquer que precisa de descanso. Fazer inúmeros abdominais diariamente não vai deixar sua barriga trincada ou chapada, como os outros músculos do corpo ele precisa sim ser trabalhado de forma intensa e forte, mas tendo seu devido descanso de um treino para o outro", ressalta o profissional de educação física. 

4- Emagrecer não é seguir uma receita de bolo: não adianta seguir a rotina de blogueiros fitness ou conteúdos da internet. O ideal é procurar especialistas capacitados (nutricionista e profissional de educação física) que prescrevam um treino e um plano alimentar adequado a suas necessidades individuais e objetivos. 

5- Dieta para ganho de massa é semelhante a uma dieta saudável: a única coisa que muda é que essa dieta terá um valor energético maior do que o de uma dieta saudável e para emagrecer. Além disso, deve ser associada com atividade física para evitar o ganho na forma de gordura. 

6- Beber bastante água é essencial para saúde e para o emagrecimento: a água se faz presente em todos os processos do corpo. A água também tem a função de "empurrar" líquidos retidos.

7- Não existe um alimento milagroso para emagrecer, mas há aqueles que ajudam no processo: termogênicos, vegetais crucíferos, alimentos ricos em ômega 3, integrais e probióticos. A nutricionista explicou a ação desses alimentos no organismo. Veja!

- Termogênicos: esses alimentos favorecem o aumento do gasto energético e alguns estudos indicam que eles ajudam na quebra de gordura e, consequentemente, geram uma redução de medidas. Chá verde, canela e gengibre são algumas opções. 

- Vegetais crucíferos: eles contém em sua composição uma substância que ajuda na quebra de gordura e ainda atua no aumento da sensação de saciedade pela presença das fibras. Brócolis, couve flor e repolho roxo estão entre as opções. 

- Alimentos ricos em ômega 3: eles têm uma função anti-inflamatória, que fazem a insulina trabalhar de forma correta no organismo e reduz a absorção de gordura. Há estudos que ainda indicam que o  consumo de ômega 3 regular leva a redução da circunferência da cintura. Peixe, óleo de peixe, linhaça, chia e oleaginosas. 

- Alimentos integrais: eles são ricos em fibras, substância que ajuda na absorção de glicose e evita o acúmulo de gordura. A presença das fibras também favorecem o funcionamento do intestino e aumenta a sensação de saciedade. 

- Alimentos probióticos: iogurte, fontes de bactérias boas para o organismo, que ajuda no bom funcionamento do intestino e evita o aumento de peso. Prefira os iogurtes naturais, pois não tem adição de corantes ou outros aditivos químicos.

Fontes: 

Raquel Rodrigues - nutricionista do grupo Hapvida. CRN 5 4087.

Antônio Neves - graduado em educação física e pós-graduado em musculação e condicionamento físico. Cref: 010321-G/BA.