Fitness

Treinar acompanhado ajuda a melhorar o desenvolvimento, diz pesquisa

Além de tudo isso, malhar acompanhado ainda estimula o sentimento de “espírito de equipe”

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Encarar um treino na academia nem sempre é tarefa fácil. Porém, tudo fica mais legal quando se tem uma companhia, concorda? Um estudo da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP) acaba de revelar que ter o acompanhamento de um amigo, namorado ou algum parente na hora do treino, ajuda a concluir os treinamentos e até reduzir o estresse. Isso porque a interação social entre os praticantes faz com que um apoie o outro e assim as metas terminam sendo atingidas mais naturalmente. E estas conclusões do estudo são realmente percebidas dentro das academias.

“A presença de um amigo serve de apoio para que a pessoa se mantenha fiel aos seus objetivos. Além disso, eles podem se ajudar acompanhando a evolução de cada um nos treinos e compartilhando as dificuldades encontradas em cada série realizada”, comenta Mateus Riccio, educador físico e coordenador técnico da Hammer Academia. Além de tudo isso, malhar acompanhado ainda estimula o sentimento de “espírito de equipe”, além de uma saudável competitividade em alguns momentos. “A competitividade, quando encarada de modo saudável, nos ajuda a ultrapassar desafios e estipular novas metas”, complementa o professor. Assim, o exercício se tornou uma das melhores maneiras de unir a família ou amigos que na correria do dia a dia não dispõem de muito tempo para se encontrar. Passando esse tempo dentro da academia junto, podem incentivar uma a outra e ainda matar a saudade.