Fitness

Treino aeróbico atrapalha a hipertrofia? Especialista explica

Educador físico tira dúvidas sobre o tema e explica como conciliar essas duas modalidades

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Para os marombeiros de plantão, conseguir conciliar o treino aeróbico e a hipertrofia é um dos grandes sonhos do verão. Falando em treino, quando o objetivo é a hipertrofia, muitas pessoas evitam os exercícios de cardio e aeróbico com medo de perder massa muscular.

Foto: Divulgação

Segundo Rafael Oliveira, educador físico da rede Selfit academias, essa preocupação faz sentido: '“Os treinos cardiorrespiratórios trabalham de forma rítmica e aeróbica, consumindo mais calorias. Já a hipertrofia exige um estado anabólico do corpo, que é a ingestão alimentar maior do que o gasto energético”, explica.

O especialista também recomenda que  os treinos de cardio na hipertrofia sejam realizados  com cargas condizentes : “Um condicionamento cardiorrespiratório favorável contribui no desempenho da hipertrofia, mas o aluno deve concentrar cargas superiores na musculação e treinos mais leves de aeróbios, para que, assim, ocorra o aumento da massa muscular''.

Para conciliar as duas técnicas, o profissional recomenda praticá-las em dias alternados ou horários diferentes. Os treinos aeróbios devem ser praticados entre duas ou três vezes por semana, com pouca intensidade, para que não atrapalhem o processo de hipertrofia.

É importante lembrar também que é fundamental descansar o corpo após os exercícios. Para determinar este período, é preciso levar em consideração o volume e a intensidade do treino.